Páginas

quinta-feira, 21 de março de 2013

Perseguidos, mas não desamparados


Pr. Silvio Dutra
Enquanto debaixo das perseguições que sofre neste mundo, o crente fiel deve estar sempre lembrado desta grande verdade de que, apesar de serem perseguidos, nunca são desamparados por Deus.
Lembremos que desamparar significa abandonar totalmente. Todavia, o próprio Deus, que não pode mentir, nos fez a promessa de jamais desamparar os Seus filhos, como vemos, por exemplo, em Hb 13.5:
“Seja a vossa vida isenta de ganância, contentando-vos com o que tendes; porque ele mesmo disse: Não te deixarei, nem te desampararei.”
Daí o motivo de se nos ordenar que exultemos, oremos, abençoemos, e não que fiquemos entristecidos ou que amaldiçoemos os que nos perseguem.
Ao contrário, nosso Senhor assegura que a perseguição por causa do nosso amor a Ele é para motivo de exultação e alegria, e não para tristeza ou exasperação.
É necessário pois nos armarmos do pensamento quanto ao modo que nos convém agir ou reagir diante das perseguições que sofremos neste mundo.
Não podemos esquecer que Deus está vendo tudo e que exerce controle absoluto e não permitirá que sejamos provados além da nossa capacidade de suportar no poder do Espírito Santo, todas as oposições e provocações que sofremos da parte do diabo, e tentações da carne e do mundo.
É importante trazer tudo isto em memória, para que não sejamos surpreendidos pelos ataques do Inimigo e sejamos privados de viver em paz.
Convém que aquietemos o nosso coração diante de provocações e perseguições. Que estejamos sossegados e calmos diante de Deus, sabendo que Ele nos dará a graça necessária para suportarmos tais tribulações e aflições.
http://estudos.gospelmais.com.br/perseguidos-mas-nao-desamparados.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário