Páginas

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Ovelhas e bodes no aprisco, como saber a diferença?


"E quanto a vós, ó ovelhas minhas, assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu julgarei entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes." (Ezequiel 34:17).
Deus trata seu povo como ovelhas. Com Israel, o povo da antiga aliança (Jr 23; Ez 34) e com a Igreja, povo da Nova Aliança (Jo10:14;26,27; 21:16,17). Mas, no meio das ovelhas existem também bodes, assim como no meio do trigo existe o joio (Mateus 13,:25-40).Levados pela má conversação de quem tem desconhecimento sobre o assunto, alguns crentes se afastam dos bons costumes e se acham no direito de tratarem os irmãos mais fracos como bodes, principalmente aqueles que não comungam das mesmas idéias deles. Tais crentes estão a agir de forma semelhante ao fariseu que subiu ao templo junto com o publicano para orar. Aquele, pela sua aparente religiosidade desprezou este por julgar-se diante de Deus mais santo e justo que os demais. (Lucas 18:9-14).

Na antiga aliança quando se ofereciam holocaustos para expiação dos pecados, tanto a ovelha, quanto o bode eram usados nestes rituais praticados pelos judeus (Levitico1:10; 16:5-7; Números 7:17-88; 11:22). Os bodes não eram inúteis e nem pedra de tropeço no judaísmo.

Então, o que leva alguns crentes a fazerem um juízo temerário de seus irmãos fracos na fé, chamando-os de bodes de forma pejorativa? Têm eles o direito de agirem assim para com o próximo? A luz da Bíblia, quem seriam esses bodes no aprisco das ovelhas e como distingui-los? 

NO ANTIGO TESTAMENTO

Em Ezequiel 34:1-16, o SENHOR manifesta sua indignação contra os pastores de Israel, por eles não estarem fazendo jus à sua missão em cuidar de suas ovelhas. Deus acusa esses pastores de se aproveitarem de Suas ovelhas, comendo-lhes a gordura, vestindo-se com suas lãs e ainda matando o cevado; contudo, não as apascentando como deveriam. Esses pastores não fortaleceram as fracas, não curaram as doentes, não buscaram a desgarrada e a perdida, mas dominaram com rigor e dureza sobre o rebanho. Por essa razão as ovelhas do Senhor se espalharam por não ter quem cuidasse delas. Por intermédio do profeta, o SENHOR dá um ultimato aos pastores, dizendo que livrará Suas ovelhas de suas mãos e que Ele mesmo procuraria Suas ovelhas e as apascentaria fazendo-as repousar.

Mas, a partir do verso 17 ao 22, o SENHOR se volta contra um tipo de ovelha que vive no meio das Suas ovelhas a qual Ele vê como bode. Este tipo de ovelha é vista pelo Senhor também como ovelha gorda quem maltrata as magras. Estas eram aquelas que seguiam obedientemente os maus pastores e, como se isso não fosse o suficiente, ainda maltratavam as demais ovelhas, discriminando-as. Elas bebiam as águas cristalinas e depois pisavam a fonte enlameando as águas para que as magras não bebessem; comiam o melhor capim e depois pisavam o resto. Além de egoístas, estas ovelhas ainda faziam algo vil aos olhos do dono do rebanho, pois davam chifradas e com o lado empurravam as ovelhas do Senhor, forçando-as a saírem do aprisco.

Mas Deus que tem cuidado com aquilo que é seu se apresenta como juiz, fazendo justiça contra os atos daqueles pastores mercenários e das ovelhas gordas que os apoiam, a qual Ele as chama de bodes.

"E quanto a vós, ó ovelhas minhas, assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu julgarei entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes."(Ezequiel 34:17).

Fato semelhante notamos no capítulo 10 do profeta Zacarias, onde mais uma vez Deus mostra sua indignação contra os líderes de Judá, pois estes, ignorando os divinos conselhos passam a buscar direção dos falsos deuses (ídolos), não obstante o próprio Deus se mostrar solícito e pronto a atender as reivindicações deste , como diz o verso 1:. “"Pedi ao SENHOR chuva no tempo da chuva serôdia, sim, ao SENHOR que faz relâmpagos; e lhes dará chuvas abundantes, e a cada um erva no campo"”. Mesmo assim, esses pastores preferem dar ouvidos aos conselhos dos adivinhos idólatras (falsos profetas), como vemos no verso 2. O pastor deve ser um espelho para as ovelhas (1Tessalonicenses 1:7; 1Timóteo 4:12). A corrupção desses líderes fez com que as ovelhas de Deus seguissem por caminhos errantes, por não terem pastores para os guiarem. Isto levou o SENHOR a irar-se contra aqueles pastores, aos quais os chamou de bodes, prometendo castigá-los: (Verso 3) “"Contra os pastores se acendeu a minha ira, e castigarei os bodes; mas o SENHOR dos Exércitos visitará o seu rebanho, a casa de Judá, e os fará como o seu majestoso cavalo na peleja"”.

Nos dois exemplos citados em Ezequiel e Zacarias, temos uma ideia clara a quem Deus chama de bodes, com os quais Ele mostra sua indignação e repulsa. 

NO NOVO TESTAMENTO

"E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda" ”(Mateus 25:31-33).
Em o Novo Testamento, no evangelho de Mateus 25:31-46, Jesus mostra o caráter desses bodes, quando Ele fala a respeito de sua vinda para instaurar seu reino aqui. O Próprio Cristo diz que quando Ele vier e se assentar sobre o seu trono para julgar as nações, ali fará a separação pondo as ovelhas à Sua direita e os bodes à Sua esquerda.

Primeiramente Ele tratará com Suas ovelhas concedendo-lhes a entrada no reino celestial, por estas haverem obedecido ao Seu grande mandamento, vivendo na pratica do amor a Deus e ao próximo (Verso 34 a 40).

E, quanto, aos bodes, Ele os mandará sem apelação para o inferno que foi preparado para o diabo e seus anjos, justamente por não praticarem o que as ovelhas  praticaram, não obstante serem conhecedores da vontade Deus (Verso 41-45).

Não há dúvida que ovelhas e bodes dividem o mesmo espaço (aprisco/igreja), mas Cristo mostra a grande diferença entre ambos que está na atitude de servir ao Senhor e ao próximo.
"Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos. Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação. Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam"” (Romanos 15:1-3).

Você que é ovelha como eu precisa entender que não nos compete fazermos acepção de pessoas, principalmente dentro do aprisco do Senhor, julgando os irmãos pela aparência e/ou opiniões. Nosso dever é amar-nos uns aos outros respeitando as diferenças como Jesus pediu. Somente quem é ovelha de verdade obedece a esse mandamento que não é pesado (1João 5:3). Não temos o direito de discriminar nossos irmãos fracos na fé, classificando-as de bodes ou qualquer outro título infame expulsando-as de nosso meio. Lembremos que Jesus disse que aquele que chamar “louco” a seu irmão será réu do fogo do inferno (Mateus 5:22). Não podemos nos colocar acima de Jesus, o sumo-pastor e dono do aprisco (igreja) que tolera o joio e os bodes dentro dele. Somente Ele no dia do juízo é que fará a separação de ambos.

"As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;"  (João 10:27)

Em Cristo,

Reginaldo Barbosa
Santa Bárbara do Pará

4 comentários:

  1. Prezado irmão Reginaldo Barbosa,

    Obrigado pelo seu comentário no post: "Tributação nas Igrejas...", abrilhantando o mesmo com sua opinião, fazendo a devida distinção entre igreja instituição e Igreja Corpo de Cristo.

    Quanto a diferença entre ovelhas e bodes, existe mais uma e, em um mesmo aprisco, numa linha muito tênue, isto é:
    Ovelhas que ouvem a voz do "pastor" dirigente, mas relutam em ouvir a VOZ do verdadeiro PASTOR, e isto ocorre quando elas rejeitam os ensinamentos do Evangelho de Cristo e também das Cartas Apostólicas.

    Um abraço do seu irmão em Cristo,
    J.C.de Araújo Jorge

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESPOSTA PARA OS 100 IGREJA E 100 PASTOR https://www.youtube.com/watch?v=svTyDMMwpa8 https://www.youtube.com/watch?v=nWvdjjaM3ts

      Excluir
  2. Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?(1Cor6:9) Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
    Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
    Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
    idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
    e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.(Gl5:19-21) Aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca.(Tg4:17) Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.(Mt7:17-20)

    ResponderExcluir
  3. Amém Crystiano pelos textos postados.

    Continue estudando a Palavra e o Espírito Santo te esclarecerá toda a verdade.

    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir