Páginas

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

O tempo da Profecia de Daniel


Chegamos ao final de mais um ano e também ao encerramento de mais um trimestre de lições da Escola Dominical. Neste último trimestre estudamos o livro de Daniel que teve como tema: Integridade Moral e Espiritual - O Legado de Daniel para a Igreja de hoje. Na última lição que tem como tema O TEMPO DA PROFECIA DE DANIEL, faz-se necessário tecer um comentário sobre O HOMEM VESTIDO DE LINHO que foi assunto da lição de nº 11. Isto porque a última lição que encerra o trimestre de 2014 é a conclusão das revelações que o Homem Vestido de Linho começou a dar a Daniel no capítulo 10.

Quem era o homem vestido de linho; Jesus ou um anjo?

As opiniões se divergem quanto a quem seria este personagem, contudo, uma leitura cuidadosa dos capítulos 9, 10 e 12 do livro de Daniel, bem como Ezequiel e Apocalipse nos farão entender essa aparente problemática. É imprescindível entender que os capítulos que narram as visões de Daniel não estão em ordem cronológica. Exemplos: A visão registrada no capítulo 11 é a continuação da visão que Daniel teve no capítulo 8; bem como o capítulo 12 que encerra o livro, é a conclusão da revelação que lhe foi entregue no capítulo 10, pelo homem vestido de linho.

Alguns chegam a dizer que na visão do capítulo 10 havia mais de um personagem, quais seriam, Jesus, um anjo desconhecido que tocou em Daniel e o arcanjo Miguel. Lendo atentamente os capítulos 10 e 12, excetuando Miguel, vemos a visão tratar-se de apenas um ser celeste que veio a Daniel, trazer-lhe a resposta de suas orações. Sim, o homem vestido de linho que é o enviado a trazer a mensagem, é o mesmo que toca em Daniel para animá-lo, após ele desmaiar. Em Daniel 10:18, o profeta afirma: “18  E aquele, que tinha aparência de um homem, tocou-me outra vez, e fortaleceu-me”. Atente para o “outra vez”, onde Daniel dá a entender que o mesmo personagem já o havia tocado anteriormente. Confira em Daniel 8:18; 9:21 ; 10:10. Mas seria o homem vestido de linho a personificação de Jesus?

O comentarista da lição enfatizou na lição nº 11 que teve como tema: O homem Vestido de Linho que Homem algum pode resistir diante da glória do Senhor. A visão do Filho do Homem fez com que as forças físicas de Daniel se esgotassem”. De fato, isto é uma verdade, mas se atentarmos para outros detalhes da revelação, vamos observar que Daniel também caiu com o rosto em terra quando Gabriel lhe apareceu por duas vezes. O próprio comentarista considera isto na lição 12, quando afirma que “o arcanjo Miguel, príncipe de Deus, entrou em batalha contras as forças do mal a fim de que o anjo Gabriel levasse a mensagem ao profeta”. E o texto o qual ele mencionou se refere ao homem vestido de linho que foi impedido pelo príncipe do reino da Pérsia (Daniel 10:13). Não é minha intenção desacreditar o comentarista da lição e nem contradizer quem quer que seja, pois nem teólogo sou; mas sou um apaixonado pela escola dominical e pelo estudo das Escrituras. Porém, em meus estudos costumo me valer da hermenêutica, que é a ciência pela qual interpretamos a bíblia pela própria bíblia. Vejamos os fatos:

Daniel 8:15-18: “15  E aconteceu que, havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei o significado, e eis que se apresentou diante de mim como que uma SEMELHANÇA DE HOMEM. 16  E ouvi uma voz de homem entre as margens do Ulai, a qual gritou, e disse: Gabriel, dá a entender a este a visão. 17  E veio perto de onde eu estava; e, vindo ele, me amedrontei, e caí sobre o meu rosto; mas ele me disse: Entende, filho do homem, porque esta visão acontecerá no fim do tempo. 18  E, estando ele falando comigo, caí adormecido com o rosto em terra; ele, porém, me tocou, e me fez estar em pé”.

Daniel 8:15, diz que uma semelhança de homem se apresentou diante dele.O profeta Ezequiel que foi contemporâneo de Daniel teve uma visão às margens do rio Quebar de quatro seres celestes, e, embora possuíssem grandes asas e rostos de animais, contudo tinham a semelhança de homem (Ezequiel 1:5). A compreensão da visão que Ezequiel teve, vamos entendê-las nos capítulos 9 e 10, onde, inclusive, aparece o homem vestido de linho com tinteiro de escrivão, com a ordem de marcar nas testas a todos aqueles que não concordavam com as abominações que se cometia em Judá (Ezequiel 9:3,4). João na ilha de Patmos teve uma visão de um anjo com o selo de Deus nas mãos com uma missão semelhante ao homem vestido de linho em Ezequiel 9:3, 4. Este ser também tinha a incumbência de assinalar nas testas os fiéis servos de Deus. Confira em Apocalipse 7:2, 3. Quanto aos seres com semelhança de homem, Ezequiel entendeu que eram querubins (Ezequiel 10:20).

Em Daniel 8:16, o anjo Gabriel recebe ordens de uma voz de homem que veio das margens do Ulai, que gritando disse: Gabriel, dá a entender a este a visão”. Nos versos 17 a 18, Daniel fica com medo e cai sobre seu rosto quando Gabriel se aproxima dele. Ao ouvir a voz de Gabriel falando com ele, Daniel cai adormecido com o rosto em terra, mas o próprio Gabriel toca em Daniel e o desperta fazendo-o ficar de pé. Agora, preste atenção com o que acontece com Daniel ao presenciar o homem vestido de linho:

Daniel 10:9,10: “9 Contudo ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo o som das suas palavras, eu caí sobre o meu rosto num profundo sono, com o meu rosto em terra. 10 E eis que certa mão me tocou, e fez com que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos”. Alguns entendem que esta “certa mão” que tocou em Daniel seria de um “outro anjo”, mas o texto não sugere que seja isso.

Em Daniel 10:13, o Homem vestido de linho diz a Daniel: “13 Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o PRIMEIRO DIA em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras”. Agora, voltemos ao capítulo 9, e vejamos o que acontece quando Daniel estava orando e se humilhando na presença de Deus.

Daniel 9:21-23: 21  Estando eu, digo, ainda falando na oração, o homem Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio, voando rapidamente, e tocou-me, à hora do sacrifício da tarde. 22  Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, agora saí para fazer-te entender o sentido. 23  No PRINCÍPIO das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és MUI AMADO; considera, pois, a palavra, e entende a visão”.

Preste atenção nas semelhanças das Palavras: Em Daniel 9:23 Gabriel diz: No PRINCÍPIO das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim para to declarar, porque és MUI AMADO”.Em Daniel 10:11,12, o Homem vestido de Linho diz: “11  E me disse: Daniel, HOMEM MUITO AMADO, entende as palavras que vou te dizer, e levanta-te sobre os teus pés, porque a TÍ SOU ENVIADO. E, falando ele comigo esta palavra, levantei-me tremendo. 12 Não temas, Daniel, porque desde o PRIMEIRO DIA em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras”.

Atente para o detalhe que Gabriel recebeu ordens para trazer a resposta a Daniel no principio de suas súplicas, isto é, assim que Ele começou sua oração se humilhando na presença do Senhor. E no capítulo 10 o Homem vestido de linho afirma que desde o primeiro dia que Daniel aplicou seu coração a compreender e a humilhar-se perante Deus, ele foi enviado a trazer-lhe o entendimento da visão.

As deduções que muitos têm de que o homem vestido de linho seja o Senhor, parte da interpretação que fazem sobre a visão que João teve em Apocalipse que muito se assemelha à visão de Daniel sobre o homem vestido de linho. Comparemos as visões:

Daniel 10:5, 6: “5 E levantei os meus olhos, e olhei, e eis um homem vestido de linho, e os seus lombos cingidos com ouro fino de Ufaz;  6 E o seu corpo era como berilo, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés brilhavam como bronze polido; e a voz das suas palavras era como a voz de uma multidão”.

Apocalipse 1: 13-16: “13 E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. 14  E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo; 15  E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas. 16  E ele tinha na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece”.

Realmente, as visões são parecidas, mas se atentarmos para o capítulo 10 de Apocalipse, vamos ver algo mais parecido:

Apocalipse 10:1: “1 E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo; 2  E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra; 3  E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes”.

Note bem que sobre este anjo que João viu, havia algo singular que o diferenciava dos outros. Entre outros aspectos o seu rosto era como o sol, igual a visão que João teve do Senhor, e os pés como colunas de fogo. Mas João afirma que este era um anjo forte que até fez um juramento por aquele que vive para sempre: “E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu, E jurou por aquele que VIVE PARA TODO O SEMPRE, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais demora”; (Apocalipse 10:5,6). Em Daniel 12:6,7 o Homem Vestido de Linho também está sobre as águas do rio Hidéquel (Tigre), que quando questionado sobre quando será o fim destas maravilhas, respondeu: “E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, o qual levantou ao céu a sua mão direita e a sua mão esquerda, e jurou por aquele que VIVE ETERNAMENTE que isso seria para um tempo, tempos e metade do tempo, e quando tiverem acabado de espalhar o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas” (Daniel 12:7). Esse juramento feito àquele que vive para sempre, poderia dizer respeito ao Deus Eterno que tudo criou ou a pessoa de Jesus que ao aparecer a João disse: "E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou VIVO PARA TODO O SEMPRE. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno."  (Apocalipse 1 : 18).

Outras deduções de que o homem vestido de linho seria Jesus é sobre a expressão FILHO DO HOMEM, conforme consta em Apocalipse 1:13. Mas Daniel ao relatar a visão sobre o homem de linho não utiliza a expressão filho do homem” e sim semelhante aos filhos dos homens”. Segundo a Bíblia Almeida Corrigida Fiel (ACF), a visão de João sobre Jesus é que Ele é o filho do homem (Deus) no singular e o que Daniel viu está no plural (Homens). Daniel também chama a Gabriel de homem (Daniel 9:21).

É importante salientar que até mesmo o evangelista João na ilha de Patmos confundiu o anjo que veio lhe trazer as revelações das últimas coisas com o Senhor, ao ponto de prostrar-se para adorá-lo, o que foi repreendido pelo anjo. (Apocalipse 22:8,9).

Não pretendo com isso afirmar que Gabriel é o homem vestido de linho; nem tampouco que somente eu estou certo e os demais expositores da bíblia estão errados ao afirmarem que ele seria Jesus, inclusive ao comentarista da lição. Porém de uma coisa eu sei que “as coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos” (Deuteronômio 29:29a). E, pela revelação que nos é dada pelas Escrituras, diante de todas essas evidências, tenho minha própria opinião que o homem vestido de linho não é o Senhor, principalmente pelo fato de que nenhum demônio e nem mesmo Satanás tem poder para impedi-lo de realizar qualquer feito (Isaías 43:13).

Comentando a lição O TEMPO DA PROFECIA DE DANIEL

É bem verdade que o capítulo 12 do livro de Daniel não registra nenhum aspecto profético relacionado às histórias das nações. Porém, conforme enfatizei, o capítulo que encerra o livro de Daniel é a continuação da visão que este teve às margens do rio Hidéquel (Tigre). O capítulo 10 encerra com a declaração do homem vestido de linho: “Mas eu te declararei o que está registrado na escritura da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe” (Daniel 10:21). Agora compare com o primeiro verso do capítulo 12: E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro” (Daniel 12:1). Sim, o capítulo 12 é a continuação da revelação que o homem vestido de linho havia vindo trazer a Daniel.

O TEMPO DA PROFECIA

Qual é o tempo?  Certamente que esse tempo se dará na septuagésima semana, que iniciará após a igreja fiel ser arrebatada da terra (1Tessalonicenses 1:10). Será o tempo em que Israel entrará em cena para cumprir os desígnios de Deus, por haverem recusado a aceitar o plano da salvação na pessoa de Seu filho Jesus (Lucas 23:28-31). É o tempo em que o Anticristo revelará a sua verdadeira face, perseguindo o povo judeu e também aqueles que acreditaram nele, porque foram enganados por não darem crédito a verdade para serem salvos (2Tessalonicenses 2:10-12). É o tempo da angústia de Jacó (Jeremias 30:7); tempo qual nunca houve igual e nem jamais haverá (Marcos 13:19).

A libertação de Israel: Apesar de naquele tempo Israel estar debaixo da ira do todo-poderoso, contudo esse povo não será desamparado. Jeremias profetizou que Israel será salvo: "Ah! porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela." (Jeremias 30 : 7). O Homem vestido de Linho garantiu isso a Daniel: “...mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro” (Daniel 12:1b). Israel contará com o apoio de Miguel, o príncipe do exército celestial que contendeu com o diabo quando este disputava o corpo de Moisés (Judas 1:9); combateu contra o próprio Satanás, identificado como o príncipe dos reinos da Pérsia e da Grécia (Daniel 10:13;20) e por fim, defenderá o povo judeu representado pela mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça (Apocalipse 12:1).

Os anjos no mundo de hoje: São seres celestes que estão a serviço do povo de Deus e que, segundo o autor aos hebreus, às vezes se transfiguravam em seres humanos e se apresentavam entre os mortais (Hebreus 13:2). Eles terão uma atuação especial no período da grande tribulação como: retendo os quatro ventos da terra (Apocalipse 7:1); selando o povo fiel (Apocalipse 7:3); tocando as trombetas anunciando o juízo de Deus (Apocalipse 8:2-6); soltando os quatro anjos malignos que matarão a terça parte dos homens (Apocalipse 9:14,15); batalhando ao lado de Miguel na favor de Israel (Apocalipse 12:7); Derramando as taças da ira de Deus sobre a humanidade (Apocalipse 15:6,7) e pregando o Evangelho Eterno aos que habitam sobre toda a terra (Apocalipse 14:6).

Ressurreição:  A ressurreição é a maior esperança de Israel e também da igreja (João 11:24 ; Atos 24:15 ; 1Pedro 1:3). Isaías o profeta messiânico ao falar sobre as dores de Israel por causa de sua prevaricação contra o Senhor, lembra que quando Deus mandava a correção contra seu povo, estes se derramavam em oração secreta e Deus, pelo seu zelo para com Israel aplacava a sua ira. Muitos daqueles que morriam, Isaías conforta dizendo: “Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos” (Isaías 26:19).

As duas ressurreições: "E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno."  (Daniel 12:2). Quando analisamos outros textos, entendemos que Daniel não se refere a uma ressurreição geral simultânea de bons e maus.  No evangelho de João, Jesus alude ao que profetizou Daniel: “Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação” (João 5:28, 29). Porém, Paulo, o apóstolo dos gentios esclarece como se dará essa ressurreição, quando ele afirma que os santos que dormiram em Cristo serão os primeiros a ressuscitar.  “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro” (1Tessalonicenses 4:16 ; Apocalipse 20:6). Ressurreição esta que se dará por ocasião do arrebatamento da igreja. João esclarece que os outros mortos só ressuscitarão no dia do juízo, que será após o milênio (Apocalipse 20:5).

A ciência se multiplicará: É bem certo que vivemos o tempo do avanço cientifico e tecnológico, mas a Bíblia Almeida Fiel fala em conhecimento. E esse conhecimento diz respeito a pessoa de Deus, por intermédio de Sua Palavra. Deus sempre desejou ser conhecido do seu povo (Jeremias 9:24); e por falta desse conhecimento Israel foi destruído (Oséias 4:6). Chegamos nesse tempo, qual também foi profetizado por Jeremias (Jeremias 31:34 ; Hebreus 8:11). Esse é o conhecimento que está libertando a muitos atualmente, principalmente da religiosidade alienada de Deus (João 8:32). É bem certo que Satanás fará de tudo para que esse conhecimento não alcance a muitos servos de Deus, como tentou impedir que Daniel recebesse a revelação de Deus. Mas Deus está no controle de tudo.

A profecia está selada: Em Daniel 12:4 o homem vestido de linho ordenou a Daniel fechar e selar o livro, pois muitos correriam de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicaria. Em seguida, Daniel contempla outros dois anjos à margem do rio Hidéquel, um de uma banda e outro de outra banda do rio e faz uma pergunta ao homem vestido de linho que estava sobre as águas do rio: Quando será o fim destas maravilhas? O homem vestido de linho responde levantando as mãos para o céu, jurando por aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, tempos e metade do tempo, e quando tiverem acabado de espalhar o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas (Daniel 10:5-7). O homem de linho estava falando sobre o fim dos tempos, mas especificamente sobre os últimos três anos e meio da grande tribulação, mas Daniel não entendeu. Ele ainda quis compreender os fatos, mas não lhe foi permitido. Então o homem vestido de linho diz a Daniel: “Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim. Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão” (Daniel 12:9,10). Estar fechada e selada, tão somente significa que o cumprimento não era para o tempo de Daniel e nem tampouco para o seu entendimento, pois este só seria dado no tempo do fim, que é o tempo em que vivemos; e que somente os entendidos haveriam de entendê-los (Mateus 11:25). Quando Deus enviou o seu anjo para mostrar a João, as coisas que deveriam acontecer, disse: “Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo” (Apocalipse 22:10). A nós, este livro não está mais fechado e selado. Louvado seja Deus pelo conhecimento que Ele tem colocado a disposição de todos aqueles que desejam conhecer profundamente Suas verdades.

Reginaldo Barbosa
Santa Bárbara do Pará.


Um comentário: