Páginas

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Escândalos e polêmicas no meio evangélico tem afastado fiéis; Líderes apelam por união: “Devemos combater o erro, mas amar a igreja”


Escândalos e polêmicas no meio evangélico tem afastado fiéis; Líderes apelam por união: “Devemos combater o erro, mas amar a igreja”
A desilusão com as igrejas, oriundas de polêmicas envolvendo líderes e doutrinas, tem levado muitos cristãos a se afastarem das atividades em suas denominações, e muitos até a romperem vínculos com o modelo atual de igreja.
Essa insatisfação foi tema de dois artigos publicados recentemente, e que trazem em seu texto, caminhos alternativos ao abandono às igrejas. Escritos pelo reverendo Hernandes Dias Lopes e pelo blogueiro Antognoni Misael, do Púlpito Cristão, os textos propõem uma reflexão sobre a necessidade de combater erros e heresias, sem deixar a igreja.
Lopes afirma que “há muitas pessoas decepcionadas com a igreja. Não com a igreja corpo de Cristo, noiva do Cordeiro, mas com a instituição eivada de líderes inescrupulosos que, tendo abandonado a sã doutrina, fazem do evangelho um produto, do púlpito um balcão, do templo uma praça de negócios e dos crentes consumidores”.
O reverendo presbiteriano ressalta ainda que existem fiéis desiludidos com a igreja devido à politicagem: “Pessoas decepcionas com a reprovável política eclesiástica, de gente que se diz fiel à sã doutrina, mas se esconde atrás das estruturas eclesiásticas, para satisfazer seus desejos mesquinhos”, observa, antes de convocar os inconformados à ação: “Devemos repudiar toda tentativa de macular a igreja de Deus. A igreja deve ser lugar de vida. A igreja é a coluna e baluarte da verdade. É a agência do reino de Deus na terra, a proclamar a gloriosa mensagem da reconciliação. Devemos combater o erro, mas amar a igreja e participar dela com entusiasmo”.
Já o blogueiro Antognoni Misael relata a existência de uma espécie de enfraquecimento entre aqueles que combatem os erros, e o surgimento de inconformados com tudo e todos: “Não sei se muitos cansaram de bater nos vendilhões da fé, nas denominações neopentecostais, nos ladrões de almas, mas noto que muitos ‘esquerdistas’ começam a procurar caroço de manga em banana e passam a atacar e banalizar algumas divergências muitas vezes irrelevantes que se apresentam no meio cristão que tanto tentam manter-se firme a Verdade”, observa, criticando a falta de parâmetro ao criticar erros e falhas.
Misael ressalta, porém, que embora existam divisões, ainda existem pessoas motivadas e buscando a comunhão: “Enquanto muitos se atacam e discutem questões como igreja, denominação, dízimo, fazendo de suas diferenças a honra de uma guerra santa, outros mesmo em divergências superam-nas e no amor de Cristo caminham lado a lado dialogando de forma moderada e com sabedoria”.
Fonte: Gospel+
Por Thiago Chagas

4 comentários:

  1. Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
    E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
    E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
    Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
    Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;
    E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;
    E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.
    Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
    Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
    Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
    Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
    E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
    Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
    Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
    E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
    Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.(1 Cor12:4-20) Assim, as igrejas eram edificadas na fé e cresciam em número, dia após dia.(At 16:5) o numero dos discípulos aumentava cada vez mais (At 6: 7) "Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.
    Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos".(Mt 28:18-20)
    Embora o Brasil seja de longe o maior país pentecostal do mundo, o fenômeno não é exclusividade nacional. Por ser o berço desta tradição religiosa, os Estados Unidos ainda concentram a segunda maior massa pentecostal do mundo: quase seis milhões, ou perto de 2% de sua população. Quando se trata de evangélicos de forma geral, os americanos nos superam em larga margem: são 44 milhões nos EUA, contra 27,6 milhões no Brasil. Tirante os dois gigantes, o continente onde encontram-se mais evangélicos é a África. Só na Nigéria são mais de 25 milhões, seguidos pelos 10,3 milhões da Etiópia e os 9,4 milhões do Quênia. Na Ásia, os evangélicos representam mais da metade da população da Coréia do Sul, sendo um quarto deles de pentecostais, e também prosperam na Índia (11 milhões, pouco se comparado à maioria hinduísta do país) e na Indonésia (5,3 milhões). Entre os latino-americanos, destacam-se as massas evangélicas da Argentina, com 2,5 milhões de religiosos quase todos pentecostais e do México com 2,4 milhões. Toda esta presença internacional tem estimulado muitas das igrejas evangélicas brasileiras a abrir filiais no exterior. A Igreja Universal do Reino de Deus possui sede em todos os continentes do planeta - está em 70 países. A Internacional da Graça de Deus, do Missionário R.R. Soares vai pelo mesmo caminho: já chegou aos Estados Unidos, ao México e ao Japão. E dentre as mais antigas, a Assembléia de Deus possui endereços nas Américas, na Ásia e na Europa
    Fontes: World Christian Database, arquivos de VEJA,
    manual de redação do jornal Folha de S. Paulo

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESPOSTA PARA OS 100 IGREJA E 100 PASTOR https://www.youtube.com/watch?v=svTyDMMwpa8 https://www.youtube.com/watch?v=nWvdjjaM3ts

      Excluir
  3. Reginaldo Barbosa , Como vc já confessou e assumiu que não congrega em Igreja e não contribui em dinheiro com Igreja e nem acredita nos Pastores que ensinam dízimo em dinheiro , e disse que "não precisa de Igrejas e nem de pastor mercenário, até porque Deus não habita mais em templos feito pelas mãos dos homens." entendi , continue praticando as suas esmolas aos pobres e com as contribuições em dinheiro com os necessitados(At10:1-4) (Mt6:2-4).(1Jo3:17-18) (At11:29-30) Ah ! NÃO ESQUEÇA DE PERGUNTAR ANTES NO LUGAR QUE VC FOR SE REUNIR com 2 OU 3 em nome do seu "deus" FOI FEITO POR MÃO DE QUEM ? rsrsrsrs DEPOIS QUE VOCÊ JÁ SE REVELOU , AGORA JÁ SEI O SEU VERDADEIRO CARÁTER !

    ResponderExcluir