Páginas

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Pregar a Palavra com verdade é nossa responsabilidade


Ao morrer na cruz, o Senhor Jesus comprou com seu sangue um povo o qual lhe outorgou a responsabilidade de dar continuidade à pregação de seu Evangelho com o fim de salvar a todos quantos pudessem ser alcançados por Suas Palavras de vida eterna (Mc 16:16). Hoje, todos os crentes salvos em Cristo, são espiritualmente ministros de um novo testamento que teve seu início na cruz. O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica” (2Cor 3:6).

Como Sua igreja, somos os únicos responsáveis em transmitir, anunciar e fazer conhecida a vontade de Deus em um mundo corrompido pelo engano e erro. Falar as Palavras de Deus com verdade e sinceridade é uma responsabilidade inegociável daquele que se diz arauto de Cristo. No entanto, o que vemos e ouvimos nestes últimos dias são pregadores agindo igual alguns profetas da antiga aliança, como aqueles os quais Deus repreendeu por meio do profeta Jeremias (Jr 23). Àqueles, Deus manifestou sua indignação e insatisfação, pois estes, na qualidade de profetas, usavam o nome de Deus, os quais, profetizando, ensinavam ao povo coisas que Deus não autorizou fazê-los.

Eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que usam de sua própria linguagem, e dizem: Ele disse(Jr 23:31).

É comum ouvimos durante a mensagem de alguns pregadores que de antemão conhecem os problemas de alguns irmãos, o seguinte: “Não sei por que estou falando isso” ou “Deus está me revelando isso ou aquilo”.

Como ministros do Evangelho, somos instados pelo Senhor a não acrescentar e muito menos diminuir as Suas santas Palavras (Is 8:20; Pv 30:6; Ap 22: 18,19). Paulo, o apóstolo dos gentios foi um homem muito meticuloso quanto a essa responsabilidade, chegando, inclusive a aconselhar várias vezes o jovem obreiro Timóteo a ter o mesmo cuidado quanto esse particular (1Tm 4:16; 2Tm 1:13; 2Tm 2:2).

“Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus” (2Cor 2:17).

Todos sabemos que uma vírgula ou um ponto fora do seu devido lugar pode mudar todo o sentido de uma frase. Assim também pode acontecer com a Palavra ministrada, principalmente se nos apegarmos a um texto sem se levar em conta o contexto. Há poucos dias estava acompanhando um estudo pela rádio evangélica de minha cidade, quando, em dado momento o pastor que ministrava o estudo usou o texto de João 10:10 fora de seu contexto afirmando da seguinte maneira: “..e Jesus disse que o diabo veio para roubar, matar e destruir...”

Jesus não disse tal coisa, mas se tornou comum afirmar isso em quase todas as igrejas evangélicas e o povo por não atentar para o que de fato a Bíblia ensina acaba aceitando uma heresia como se fosse uma doutrina Divina. Basta ler com cuidado o texto de João 10:1-18 e entender que Jesus jamais se referiu ao diabo como o ladrão. Em todo o texto citado Jesus se apresenta como bom pastor, contrastando sua pessoa, obra missão com os pastores que vieram antes dEle (Ez 34:1-31; Jr 23:1-4). E, esse ladrão é justamente o mercenário que exercendo a função de um pastor rouba, mata, destrói e dispersa as ovelhas (Jo 10:1;11-13).

Um outro exemplo de heresia aceita como verdade divina é a figura do devorador de Malaquias 3:11, o qual era uma espécie de gafanhoto (Lv 11:22) que, como o próprio nome diz, devorava a lavoura do povo de Israel por causa de sua infidelidade e que hoje, muitos pregadores o espiritualizaram, transformando-o num terrível demônio, tão poderoso que nem mesmo o Nome de Jesus é capaz de expulsá-lo.

Infelizmente, esses dois exemplos não são fatos isolados e por se darem tanta ênfase, tais ensinos errôneos estão sendo acatados como verdades reveladas pelo povo de Deus. Tenho 25 anos que sirvo ao Senhor e, em todos estes anos, já presenciei os mais absurdos ensinos e heresias saindo dos púlpitos e o povo dizendo amém sem a preocupação em discernir entre a verdade e a mentira como fizeram os crentes de Beréia ao receberem a Palavra de Deus pelos missionários que os evangelizaram (At 17:11).

Nós pregadores do Evangelho, não podemos esquecer que assim como Deus condenou os profetas do passado por profetizarem mentiras fazendo o povo se desviar dos santos caminhos do Senhor, também nos julgará por aquilo que falarmos e ensinarmos ao povo (Mt 5:19).

"Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo."  (Mt 12:36).

Reginaldo Barbosa
 Sta. Bárbara do Pará

5 comentários:

  1. Parabéns irmão Reginaldo por esta reflexição. Se na verdade o nosso comportamento for como foram os irmãos de Beréia jamais seremos enganados, hoje è lamentável vermos inúmeras pessoas que se dizem pastores usarem a palavra de Deus em conveniencia própria, a exemplo este texto de Jo:10;10. Se, olharmos o contexto Ele diz, os que não entram pela porta é ladrão, ou seja; Porta da palavra, porta da verdade. No versículo 12,13 Ele diz que o mercenário foge quando vê vir o lobo ou seja; foge da verdade, foge da escência do que é ser pastor e as deixas as ovelhas serem tragadas pelo o lobo, ou seja; o lobo que está dentro dele, e as devoram sugando o leite, a lã as gorduras etc..Mas para este deixo o "Ai" que está registrado no cap. 34 de ezequiel; Ai de dos pastores que apascentam a si mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu blog irmão,me manda seu msn se tiver. Gostaria de compartilhar algumas coisas que encontrei na bíblia! Fique na Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão Bruno,

      Não uso MSN, porém tenho Skype: reginaldo.raja

      Meu e-mail: reginaldo.raja@gmail.com ou reginaldo@rajafrutas.com.br

      Abraços

      Excluir
  3. Paz Reginaldo,ótima postagem despertando nos para a verdade bíblica e a defesa da nossa Fé em relação as fabulas e ensinos dos homens.
    "Pois todo texto sem contexto é pretexto de heresia"
    Obg por vistar e comentar em meu blog www.prandersonribeiro.blogspot.com
    Eu já me cadastrei no seu blog e sou seguidor e estarei atualizado quanto suas postagens .
    Paz e até +

    ResponderExcluir
  4. SEPARANDO O JOIO DO TRIGO:
    NA BABILÔNIA HAVIA UMA SENTENÇA PARA CADA CABEÇA: EM JERUSALÉM, NAO! POIS NA ERA DOS CRISTÃOS CONCIENTES JÁ IMPERA ESTA CONSCIÊNCIA CRISTÃ COMO PADRÃO DO PENSAMENTO UNIVERSAL, SEGUNDO A PALAVRA DE DEUS:
    (GN.42.14) È COMO JÁ VOS DISSE: (RM.9.1) DIGO A VERDADE EM CRISTO, NÃO MINTO, TESTEMUNHANDO COMIGO, NO ESPÍRITO SANTO, A MINHA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA: (2SML.23.2) O ESPÍRITO DO SENHOR FALA POR MEU INTERMÉDIO, E A SUA PALAVRA ESTA NA MINHA LÌNGUA; (PV1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO:(AT.5.29) ANTES, IMPORTA OBEDECER À DEUS DO QUE AOS HOMENS; (PV.4.17) PORQUE COMEM O PÃO DA IMPIEDADE E BEBEM O VINHO DAS VIOLÊNCIAS: (IS.46.8) LEMBRAI-VOS DISTO E TENDE ÂNIMO, TOMAI-O A SERIO Ò PREVARICADORES: (PV.28.9) O QUE DESVIA OS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATÉ A SUA ORAÇÃO SERÁ ABOMINÁVEL: (EF.3.14) POR ESTA CAUSA ME PONHO DE JOELHOS DIANTE DO PAI: (JB.12.48/49) QUEM ME REJEITA E NÃO RECEBE AS MINHAS PALAVRAS TEM QUEM O JULGUE, A PRÓPRIA PALAVRA QUE TENHO PROFERIDO, ESSA O JULGARÁ NO ÚLTIMO DIA; PORQUE EU NAO TENHO FALADO POR MIM MESMO, MAS O PAI QUE ME ENVIOU, ESSE ME TEM PRESCRITO O QUE DIZER E O QUE ANUNCIAR: ((JB.15.25) Isto, porém é para que se cumpra a palavra escrita na sua lei: (JB.1.14) E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai:
    1TS.4.8) DESTARTE, QUEM REJEITA ESTAS COUSAS, NÃO REJEITA AO HOMEM, E, SIM, À DEUS, QUE TAMBÉM VOS DÁ O SEU ESPÍRITO SANTO: (JÓ.21.14) E SÃO ESTES OS QUE DISSERAM À DEUS: RETIRA-TE DE NÓS: NÃO DESEJAMOS CONHECER OS TEUS CAMINHOS:(1PE.4.5) OS QUAIS HÃO DE PRESTAR CONTAS ÀQUELE QUE É COMPETENTE PARA JULGAR VIVOS E MORTOS: (LC.6.27) DIGO-VOS, PORÉM, A VÓS OUTROS QUE ME OUVIS: (1TS.5.18) EM TUDO DAÍ GRAÇAS , PORQUE ESTA É A VONTADE DE DEUS EM CRISTO JESUS PARA CONVOSCO; (EF.2.10) POIS SOMOS FEITURA DELE, CRIADOS EM CRISTO JESUS PARA BOAS OBRAS AS QUAIS DE ANTEMÃO PREPAROU PARA QUE ANDASSEMOS NELAS: (GL.1.20) ORA, ACERCA DO QUE VOS ESCREVO, EIS QUE DIANTE DE DEUS:

    ResponderExcluir