Páginas

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Existem levitas na igreja?






É comum ouvirmos de alguns que louvam na igreja que possuem o ministério de levitas da casa do Senhor. Talvez essa idéia tenha nascido e se disseminado no meio cristão, porque o rei Daví que era músico e compositor atribuiu a alguns levitas a responsabilidade musical (2Cro 5:12; 34:12). Porém, Daví não era levita e não se deve creditar costumes do judaísmo no cristianismo por fatos isolados nas Escrituras. Crenças dessa natureza e outros absurdos que presenciamos, só encontram respaldo unicamente por falta de conhecimento das sagradas escrituras (Mt 22:29). Infelizmente, uma grande parcela de crentes, inclusive pregadores da palavra ainda não tem discernimento da abissal diferença que há entre o Antigo e o Novo Testamento (Hb 8:13).

Justamente por não atentarem para isso, é que muitas igrejas cristãs, principalmente as do segmento pentecostal ainda hoje seguem tradições, costumes e até algumas regras que foram mandamentos para um povo exclusivo, numa época de padrões e culturas diferentes das nossas, e que, por Cristo foram cumpridas e abolidas na instituição da Nova Aliança que Ele estabeleceu pelo Seu próprio sangue (Mt 26:28).



Certa vez ao ministrar em um culto de jovens, lancei a pergunta aos presentes sobre o que seriam os levitas e todos foram unânimes em afirmar que eram aqueles que cantavam na igreja. De fato, os que acham que possuem esse ministério têm o entendimento que isto seja exclusivo da área do louvor. Porém, a bíblia ensina que o ministério levita é algo muito mais abrangente.

QUEM ERAM OS LEVITAS?

Os levitas eram assim chamados por serem descendentes de Levi, o terceiro filho de Jacó com Lia (Gn 29:34). Levi viveu cento e trinta e sete anos e gerou três filhos, quais foram: Gerson, Coate e Merari (Gn 46:11), cuja geração destes foi separada para o serviço na tenda da congregação, quando do estabelecimento do tabernáculo (Nm 4:1-49).

Aos descendentes de Levi (levitas), aqueles que foram separados para assistirem no tabernáculo quanto as coisas santíssimas, foi-lhes vetada a participação nas guerras (Nm 1:45-48), bem como o possuírem herdades, quando a terra prometida fosse conquistada e repartida (Dt 18:1,2).  Deus seria a única herança destes (Verso 2b). O cuidado com o tabernáculo era algo que precisava ser efetuado com muito zelo, dedicação e temor e não poderia ser realizado por qualquer judeu.

O TABERNÁCULO

Quando saíram do Egito, a caminho da terra prometida, Deus instruiu seu povo sobre muitas coisas que deveriam observar, principalmente na maneira como deveriam lhe prestar adoração. No capítulo 20 do livro de êxodo, vemos Deus entregando a Lei para o povo de Israel, que não consistia apenas no decálogo (dez mandamentos), mas em muitas outras normas que deveriam ser observada pelo povo escolhido. No capítulo 25 deste mesmo livro, vemos as orientações do SENHOR, quanto à construção do tabernáculo, que seria o lugar de adoração e a manifestação da presença de Deus enquanto o povo peregrinasse no deserto. Para a construção deste o SENHOR orienta aos filhos de Israel trazer uma oferta alçada, isto é, voluntária, de todo o homem, cujo coração se movesse voluntariamente (verso 1). Esta oferta alçada tinha um propósito específico, pois visava exclusivamente a construção do tabernáculo e a aquisição de tudo o que viesse a fazer parte deste, como: a arca, o propiciatório, as cortinas, as tábuas, o altar dos holocaustos e etc., bem como o pagamento dos que haviam de construí-lo. O tabernáculo foi construído por homens a quem Deus capacitou com sabedoria e inteligência, tendo como mestres dessa obra Bezalel da tribo de Judá e Aoliabe da tribo de Dã (Ex 35:30-35).

 A ESCOLHA PARA O SACERDÓCIO E O CUIDADO DO TABERNÁCULO


No antigo concerto o povo de Deus era Israel somente e a vontade do Pai era que Israel também fosse um reino sacerdotal (Êxodo 19:6). Deus tinha um projeto em fazer toda a nação de Israel um povo sacerdotal, onde todo hebreu pudesse se achegar a Deus e servi-lo de coração como é hoje com a igreja. Mas algo aconteceu que fez o Senhor mudar seus planos em relação a fazer de Israel um reino sacerdotal. Em vez de toda a nação, Deus separa apenas uma tribo – a tribo de Levi, como segue:


E, vendo Moisés que o povo estava despido, porque Arão o havia deixado despir-se para vergonha entre os seus inimigos, pôs-se em pé Moisés na porta do arraial e disse: Quem é do SENHOR, venha a mim. Então se ajuntaram a ele todos os filhos de Levi” (Êxodo 32:25,26).


Diante de tal vexame, Moisés pergunta quem estaria disposto a zelar pela causa do Senhor. Apenas os filhos de Levi se prontificaram e assim, eles foram separados para exercerem o sacerdócio, pois com a quebra da aliança, Israel perdeu o privilégio de ser uma nação e um reino sacerdotal. Agora, em vez de uma nação, apenas uma tribo dentre as doze exerceria o ofício sacerdotal em Israel.

Para ministrar sobre o tabernáculo, Deus escolhe Arão e seus filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar que eram da tribo de Levi (Ex 28:1) . Estes, e suas gerações exerceriam o sacerdócio no meio de Israel, pois somente eles foram consagrados (ungidos) para entrarem no santo dos santos e oferecerem sacrifícios pelo povo (Nm 3:1-3). Arão e seus filhos foram consagrados sacerdotes por Moisés, que segundo a determinação de Deus, os ungiu com azeite, santificando-os para este ministério (Lv 8:1-30)


A perpetuação do sacerdócio entre os filhos de Arão se consolidou quando Finéias que era filho de Eleazar e neto de Arão reagiu com extremo zelo pela Palavra do SENHOR, ao fazer um ato de expiação, exterminando a Zimri e a Cosbi. Zimri era príncipe da tribo de Simeão que se prostituiu com Cosbi que era filha de um dos príncipes dos midianitas (Nm 8:1-15). A atitude de Finéias agradou sobremaneira o SENHOR, que em seguida fez com ele uma aliança de paz (Nm 8:12; Ml 2:4-7), prometendo que ele e sua descendência teriam a aliança do sacerdócio perpétuo, porque teve zelo por Deus e Sua Palavra. A princípio, Arão e seus filhos como sacerdotes eram auxiliados pelos primogênitos de todos os filhos de Israel, quais Deus pediu que se lhes consagrassem (Ex 13:2). Mais tarde, estes primogênitos foram substituídos pelos levitas, como veremos a seguir (Nm 3:12;41).

A ESCOLHA DA TRIBO DE LEVI COMO TRIBO SACERDOTAL

Em substituição aos primogênitos de Israel, todos os levitas então, são separados para auxiliarem Arão e seus filhos no serviço de adoração e interseção pelo povo (Nm 3:12). O próprio SENHOR orienta a Moisés a enumerar todos os filhos de Levi e também distribuir entre estes as tarefas do serviço no tabernáculo, sendo que a principio, só poderiam assumir tais tarefas, homens com a idade mínima de trinta anos e indo até aos cinqüenta (Nm 4:3). Todos os levitas contados foram vinte e dois mil (Nm 3:39). Mais tarde, quando essa tribo foi consagrada, o limite de idade diminuiu para a idade mínima de vinte e cinco anos. E, ao completarem a idade dos cinqüenta anos, eram dispensados do ministério e assumiriam tarefas mais leves, como auxiliar a guarda do tabernáculo, porém, o ministério não assumiriam nunca mais (Nm 8:24,26).

A FUNÇÃO DOS LEVITAS

Após a enumeração dos filhos de Levi, pelo mandado do SENHOR; assim foram distribuídas as tarefas e os cargos aos levitas, conforme segue:

a)      Aos filhos de Coate (Coatitas): “E a sua guarda será a arca, e a mesa, e o candelabro, e os altares, e os utensílios do santuário com que ministram, e o véu com todo o seu serviço. E o príncipe dos príncipes de Levi será Eleazar, filho de Arão, o sacerdote; terá a superintendência sobre os que têm cuidado da guarda do santuário” (Nm 3: 31-32). Ainda em Números 4:4-20, vemos detalhadamente o ofício dos coatitas.

Aos coatitas foi dado a tarefa mais importante e delicada que era levar aos ombros o santuário (Nm 7:9). Qualquer descuido da parte deles poderia lhes custar a vida. O próprio Deus orienta a Moisés quanto ao cuidado que Arão e seus filhos deveriam ter no momento de cobrir o santuário (Nm 4:18-20).  De toda a geração dos coatitas foi contado oito mil e seiscentos homens e estes deveriam armar suas tendas ao lado do tabernáculo da banda do sul (Nm 4:29).

b)     Aos filhos de Gerson (gersonitas): “Levarão, pois, as cortinas do tabernáculo, e a tenda da congregação, e a sua coberta, e a coberta de peles de texugos, que está por cima dele, e a cortina da porta da tenda da congregação, E as cortinas do pátio, e a cortina da porta do pátio, que está junto ao tabernáculo, e junto ao altar em redor, e as suas cordas, e todos os instrumentos do seu ministério, com tudo o que diz respeito a eles, para que sirvam. Todo o ministério dos filhos dos gersonitas, em todo o seu cargo, e em todo o seu trabalho, será segundo o mandado de Arão e de seus filhos; e lhes designareis as responsabilidades do seu cargo.  Este é o ministério das famílias dos filhos dos gersonitas na tenda da congregação; e a sua guarda será debaixo da mão de Itamar, filho de Arão, o sacerdote” (Nm 4:25-28).

De toda a geração dos gersonitas foi contado sete mil e quinhentos homens e estes deveriam montar suas tendas atrás do tabernáculo, ao ocidente (Nm 3:22,23).

c)      Aos filhos de Merari: “Esta, pois, será a responsabilidade do seu cargo, segundo todo o seu ministério, na tenda da congregação: As tábuas do tabernáculo, e os seus varais, e as suas colunas, e as suas bases; Como também as colunas do pátio em redor, e as suas bases, e as suas estacas, e as suas cordas, com todos os seus instrumentos, e com todo o seu ministério; e contareis os objetos que ficarão a seu cargo, nome por nome.  Este é o ministério das famílias dos filhos de Merari, segundo todo o seu ministério, na tenda da congregação, debaixo da mão de Itamar, filho de Arão, o sacerdote” (Nm 4:25-28).

De toda a geração dos filhos de Merari, foi contado seis mil e duzentos homens, devendo estes montar suas tendas ao lado do tabernáculo, na banda do norte (Nm 3: 34,35).

Quanto a Moisés e Arão, estes fixariam suas tendas à entrada do tabernáculo, ao oriente e, dessa forma, os levitas guardariam o acesso ao tabernáculo. Essa medida visava proteger, não o tabernáculo, mas o restante do povo, para que nenhum que não fosse levita pudesse se achegar a ele e assim morrer (Nm 3:38).

O SUSTENTO DOS LEVITAS E DOS SACERDOTES

Como vimos, aos levitas foi designado toda a responsabilidade que envolvia o cuidado com o tabernáculo de adoração nos seus mínimos detalhes por determinação do próprio Deus. Eles não poderiam jamais se ocupar com outras tarefas. Uma vez que deveriam fixar habitação ao redor do tabernáculo, estes não poderiam adquirir bens e muito menos propriedades. Com a conclusão do tabernáculo, as demais tribos enviaram suas ofertas as quais Deus ordenou que se lhes dessem aos levitas, o que nos leva a crer que enquanto eles não se fixassem na terra prometida, seriam sustentados dessa maneira (Nm 7:5). Após conquistarem a terra que manava leite e mel, o SENHOR determina que as demais tribos os sustentem, entregando-lhes uma vez ao ano os dízimos, a décima parte de toda a colheita e as primícias do rebanho que ali produziriam (Nm 18:21-24). Uma vez estabelecidos na terra, os dízimos deveriam ser levados ao lugar que era determinado por Deus e estes não poderiam ser em dinheiro. Se, por ocasião da entrega dos dízimos, o judeu morasse longe do local da entrega estabelecido por Deus e, dessa forma se tornasse inviável ao mesmo levar seu dízimo; que consistia em cereais e gado, então este deveria vendê-lo e com o dinheiro adquirido da venda prosseguir viagem e, ao chegar no local estabelecido, comprar com aquele dinheiro tudo o que sua alma desejasse e assim adorar ao SENHOR com seu dízimo (Deut. 14:22-29).

Convém salientar que, nesse tempo os dízimos e as ofertas não eram levados à casa do tesouro, pois não existia esta parte no tabernáculo. Somente depois que o templo foi construído e já no reinado de Ezequias, no momento de um grande avivamento que aconteceu depois de um período de grande apostasia em Israel é que a casa do tesouro foi construída, por determinação do rei Ezequias, onde seriam depositados os dízimos e as ofertas do povo (2Cro 31:1-16).

Os levitas receberiam todo o dízimo, pois somente a eles foi autorizado o judeu entregar os dízimos (Nm 18:21-24; Ne 13:5; Hb 7:5). De todo o dízimo recebido, os levitas tirariam a décima parte, que é o dízimo dos dízimos e as dariam ao sacerdote. Os dízimos dos dízimos também se chamavam ofertas alçadas, que de uma forma voluntária os levitas a entregavam ao sacerdote (Nm 18:26-28; Ne 13:15). Da parte do dízimo, esse era o quinhão do sacerdote, que também ficava com o que sobejava das ofertas de manjares e dos sacrifícios pacíficos, conforme o SENHOR determinara, quando da escolha e consagração dos sacerdotes (Lv 2:3;10; 6:14-18). Além do sustento dos levitas, o dízimo também era para ser repartido com os que não tinham possibilidades de dar o dízimo como os órfãos, viúvas e, também, àqueles que pela lei não eram obrigados a dar dízimos como os estrangeiros (Deut 26:12). Por essa razão que não entregar o dízimo que servia para o sustento dos levitas e aos que deles dependiam, equivalia roubar ao SENHOR, pois este nunca foi dinheiro e sim mantimento (Ml 3:8-10).

O MINISTÉRIO SACERDOTAL NA NOVA ALIANÇA

O ministério dos levitas que era um ministério sacerdotal não prevaleceu na Nova Aliança, pelas razões a seguir:

“E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer... Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre” (Hb 7:23;28).

Ano a ano, os levitas cumpriam o ritual de expiação, onde, pelos sacerdotes levitas, eram oferecidos animais como oblação pelo pecado do povo (Hb 10:1-3). Alí, somente o sacerdote da linhagem de Arão poderia ter acesso ao santo dos santos para interceder pelo povo (Hb 9:1-7). O ministério dos levitas que foi estabelecido na lei cumpriu a sua função até a vinda do Cristo que estabeleceu pelo Seu sangue a Nova Aliança, desta feita não somente com os judeus, mas com toda a raça humana (Gl 4:4,5). Na instituição da Nova Aliança o ministério levita cessou, pois este era uma sombra do ministério sacerdotal de Cristo que na sua morte aboliu todos os sacrifícios que estes apresentavam a Deus por expiação do pecado do povo. Jesus, o Cordeiro de Deus a si mesmo se ofereceu como oferta expiatória pelo pecado da humanidade (Ef 5:2).

CRISTO É O FIM DA LEI E O NOSSO SUMO SACERDOTE ETERNO

Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação,  Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção” (Hb 9:11,12).

Sendo Cristo a consumação de toda a lei, cumpriu e pagou nEle mesmo toda a dívida que essa nos exigia (Col 2:14), rasgando o véu do santuário e dando-nos o livre acesso à presença de Deus, onde hoje, todos somos feitos sacerdotes, tendo a Jesus Cristo como o sumo sacerdote perfeito (Ap 1:6; 5:10; Hb 7:26,27). Sendo o seu próprio corpo o perfeito tabernáculo (não feito por mãos humanas), não é mais necessário trazer ofertas e fazer sacrifícios pelo pecado: “Por isso, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, Mas corpo me preparaste;  Holocaustos e oblações pelo pecado não te agradaram.  Então disse: Eis aqui venho (No princípio do livro está escrito de mim), Para fazer, ó Deus, a tua vontade.  Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei).  Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez” (Hb 10:5-10).

Pelo seu próprio sangue, Jesus estabeleceu um Novo Concerto que dispensa o ritual de sacrifícios e cerimoniais, visto que o seu sacrifício na Cruz, foi perfeito, eficaz e definitivo (Hb 9:25-28). Os que tentam se justificar por obras da lei, querendo aplicar à igreja ordenanças e rituais do antigo concerto que em Cristo foram cumpridos e abolidos; atraem maldições sobre sí e acabam por difundir heresias de perdição no seio da Noiva do Cordeiro (2Pe 3:1; Gl 3:10). E, por assim tentarem impor à igreja suas crenças e tradições, de certa forma invalidam todo o sacrifício que Jesus fez pela humanidade, e acabam por separar-se dEle, como também aqueles que neles acreditam (Mc 7:8,9: Gl 2:21; 5:4).

CONCLUSÃO

Assim, pelo que foi exposto neste estudo, concluímos que não existem levitas e muito menos ministério destes na igreja, uma vez que o ministério destes cessou, pois que pela morte foram impedidos de continuar (Hb 9:1). Aqueles que ainda insistem em achar que possuem o ministério de levitas, estão se pondo debaixo das obras da lei. Estes precisam conhecer a Palavra na sua essência e viver a lei que Cristo estabeleceu para nós que é a lei do amor fraternal e da liberdade (Rm 13:9; Tg 1:25). Hoje, pela fé em Cristo que nos justificou, somos ministros e sacerdotes de uma nova aliança (2Cor 3:6). Com esta responsabilidade, somos instados a intercedermos uns pelos outros, exortando-nos mutuamente para que ninguém se endureça pelo engano do pecado, pois estamos vivendo num período de grande apostasia (1Tm 4:1-3; Hb 3:13).

Em Cristo,

Reginaldo Barbosa
Santa Bárbara do Pará



41 comentários:

  1. O texto é muito esclarecedor. Acrescente-se, pois o fato de que todos os equívocos são frutos daquilo que Lutero pregou e seus seguidores defendem hoje, que é o LIVRE EXAME DAS ESCRITURAS, segundo a qual cada um interpreta a bíblia sob a orientação do Espírito Santo. Se assim fosse, não poderia haver engano. Hebreus 8,13, citado por você, é esclarecedor acerca da caducidade da Antiga Aliança. Ela constitui-se em sombras somente. A Nova Aliança é que está em vigor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENTRETENDO & SINFORMANDO , Parte 1) Sabemos que a lei cerimonial e os sacrifícios foram abolidos (Ef2:15) (Cl2:14) (Hb7:18-19) (Gl5:3-4) Os mandamentos morais e os vários preceitos de Deus do A.T foram adotados e mantidos no N.T. e estão em vigor. O dízimo pertence a Deus é uma mensagem profética e um preceito oral e moral (Gn26:5) (Gn14:18-20) (Hb7:8) (Ml3:8-10) (2Pe2:17) (Ap11:13) O mandamento do sábado não consta no N.T. como mandamento(Mc2:27) (Jo5:18) (Rm14:5-6) A justiça , misericórdia , fé e o dízimo são preceitos confirmados no Ministério de Jesus.(Lc3:23) (Mt23:23) Assim como a prática da caridade também é um preceito de Deus confirmado no ministério de Jesus(Mt6:3-4) (Tg2:15-17) (Dt10:18) O evangelho de Mateus Provavelmente foi escrito depois da morte de Jesus (31 d.C.) entre os anos 50-65 d.C. Portanto dentro da nova aliança. A pratica da caridade e ajuda ao próximo entre os "santos" e a quem necessitasse era normal nessa época 41 d.C. até porque no MUNDO TODO houve 13 anos de grande fome em escala mundial(At11:28-30) O imperador Cláudio governou de 24 de janeiro de 41 d.C. até a sua morte em 54 d.C , por isso no livro de Atos é dado tanto ênfase nessa época aos necessitados. Os pobres E NECESSITADOS após o pecado de Adão e Eva sempre existiram nesse mundo (Dt 15:11) (Mt56:11) (1Jo3:17) E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.(1 Cor13:3) Vc obedece o está Escrito do A.T. que também consta no N.T. ? (At23:5) (Rm1:17) (Rm2:24) (Rm3:4) (Rm3:10) (Rm4:17) (1Co9:9-10) (2Co8:15) (1Tm5:18-19) (1Pe1:16) “Porque eu, o Senhor, não mudo” (Ml3:6) (Tg1:17) Um mesmo estatuto haja para vós, ó congregação, e para o estrangeiro que entre vós peregrina, por estatuto perpétuo nas vossas gerações; como vós, assim será o peregrino perante o Senhor. Uma mesma lei e um mesmo direito haverá para vós e para o estrangeiro que peregrina convosco.(Nm 15:15-16) Deus é Deus apenas dos judeus? Ora, não é Ele igualmente Deus de todos os povos? Evidente que sim, dos gentios também,(Rm3:29) Deus não faz acepção de pessoas;(At10:34) (Dt1:17) Rm2:11) E não somente por aquela nação, mas também para congregar em um só povo os filhos de Deus que andam espalhados pelo mundo.(Jo11:52) Em outras palavras, não são os filhos naturais que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa é que são considerados como descendentes de Abraão.(Rm9:8) “Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil (1000) gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos;”.(Dt7:9) Mas a misericórdia do Senhor é desde a eternidade e até a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos;Sobre aqueles que guardam a sua aliança, e sobre os que se lembram dos seus mandamentos para os cumprir.(Sl103:17-18) Porquanto, nisto consiste o amor a Deus: em que pratiquemos os seus mandamentos. E os seus mandamentos não são penosos. (1Jo5:3)

      Excluir
    2. ENTRETENDO & SINFORMANDO , Parte 2) Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.(Jo14:23-24)Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.(Ap14:12) “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus’”. (Mt4:4) A profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis.(1Cor14:22) Portanto, amados, se o nosso coração não nos condena, temos coragem diante de Deus;e recebemos dele tudo o que rogamos, porque obedecemos aos seus mandamentos e fazemos o que lhe agrada.(1Jo3:21-22) Sendo assim, amados, estando bem informados, guardaivos para que não sejais conduzidos pelo erro e sedução dos que não têm princípios morais, vindo a perder a vossa segurança e cair.(2Pe2:17)Porquanto tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar(cristãos), de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo provenientes das Escrituras, mantenhamos firme a nossa esperança. (Rm15:4) Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.(2Tm3:16-17)No N.T. não existe manifestações contraria ao dízimo. O dízimo é uma medida de cálculo. A prática do dízimo em dinheiro também não é pecado. Os ministros do evangelho tem todo direito de receber o seu sustento da igreja (1Co9:13-14) Os presbíteros que administram bem a igreja são dignos de dobrados honorários, principalmente os que se dedicam ao ministério da pregação e do ensino.(1Tm5:17) Mas vocês serão chamados sacerdotes do Senhor, ministros do nosso Deus. Vocês se alimentarão das riquezas das nações, e no que era o orgulho delas vocês se orgulharão.(Is 61:6) Um homem não pode receber coisa alguma, a não ser que lhe tenha sido dada do céu. (Jo3:27) No primeiro caso, quem recebe o dízimo são homens mortais;que morrem(QUEM PERTENCE A ORDEM do Sacerdócio de Arão Levítas MINISTROS LEVITAS) no outro caso é aquele de quem se declara que vive.(Hb7:8) nesse caso quem recebe o dízimo é : (QUEM PERTENCE A ORDEM do Sacerdócio da ordem de "Melquisedeque" JESUS CRISTO Ministros do Evangelho) Note que são 2 ordens de Sacerdócios diferentes e a Ordem de Sacerdócio de Melquisedeque é superior (Hb7:17) Jesus é o rei dos reis (1 Tm 6:15) Jesus é o magnífico sacerdote sobre a Casa de Deus.(Hb10:21) (Ef1:23)(1Tm3;15) (At11:25-26) (At25:9-11) (Ef4:11) (At20:28) (Cl1:18) Digno é o Cordeiro, QUE FOI MORTO , de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.(Ap5:12)(Hb7:8) Portanto dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a glória perpetuamente! (Rm11:36)

      Excluir
  2. Se eram os levitas que tinham o direito de receber os dízimos e a Antiga Aliança não está em vigor, tem sentido o dízimo estar em vigor hoje? Sem contar que a lei acerca dos dízimos era somente para o povo de Israel. Levíticos 27,34.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENTRETENDO & SINFORMANDO , Leia , leia e leia muito a bíblia vc precisa urgentemente , talvés algum dia mude os seus conceitos. (Hb7:6)(Jo11:52) (Rm3:29)(At10:34) (Dt1:17) Rm2:11) (Nm 15:15-16) https://www.youtube.com/watch?v=MqYWEjtnmA8

      Excluir
  3. Gostei do seu texto. E se permitir vou copia-lo para postar no meu blog (com os devidos créditos é claro). A paz do senhor.

    ResponderExcluir
  4. Concordo, mas infelizmente se usa muito esse termo para diferenciar ministério dentro do corpo de CRISTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho pesquisado sobre tal assunto. Gostaria de saber se posso usar o texto como definição de estudos em meu F
      Facebook ?

      Excluir
  5. Anulamos então a lei pela fé? De maneira nenhuma! Pelo contrário, confirmamos a lei.
    (Rm3:31) E então? Vamos pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De maneira nenhuma!(Rm6:15) Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel.(1 Cor4:1-2) Porque Jesus não recebia o dízimo enquanto estava na terra ? Ora, se ele estivesse na terra, nem tão pouco sacerdote seria, havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei,(Hebreus 8:4) Os levitas já recebiam e o Sacerdócio Levítico(Arão) ainda estava em vigor.(Hb7:11) (Hb7:5) e o Templo ficou de pé até 70DC. MELQUISEDEQUE NÃO ERA LEVITA E RECEBEU O DÍZIMO de Abraão(Hb7:6-7) O SACERDÓCIO LEVÍTICO CESSOU , MAIS O SACERDÓCIO DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE NÃO.(Hb7:11) Abraão além de ser o pai da FÉ é também o pai espiritual de todos os crentes não circuncidados e incircuncidados(Rm4:11-12) (Rm3:29-30) Abraão foi o primeiro a quem Deus anunciou o evangelho(Gl3:8) Abraão entregou o dízimo de TUDO do (VERBO POSSUIR) a Melquisedeque (Hb7:2-3) Todos os atos de fé , amor , gratidão e obediência a Deus praticados por Abraão e por todos os personagens de fé do AT não é necessário estarem escrito + de 1x para serem praticados desde que haja contexto no NT , no caso o dízimo está no verbo presente e com riqueza de detalhes no NT(Hb7:8) E pode continuar sendo praticado por seus filhos na fé (Jo8:39) (Gl3:7) (Gl3:9) (Jo8:39) (Rm4:16) (Rm4:11-12) (Rm3:29-30) Os servos de Deus entregam o dízimo por fé , amor , gratidão e obediência a Deus.(Hb10:38) (Lc6:46) (At5:29) (Tg1:22) (Js1:8) (1João 5:3) (Ap12:17)(Ap14:12) (Sl5:12) (Ml3:18) A contribuição na lei a demanda era menor apenas a Nação contribuía pela Lei , hoje na graça não tem comparação a demanda da contribuição é em ESCALA MUNDIAL. Jesus hoje também tem TODA AUTORIDADE de receber não só o dízimo como qualquer contribuição de 1% a 100% porque ele possui todo o poder e o SACERDÓCIO DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE(Mt 28:18) (Hb7:8) (Hb7:15-17) Onde Jesus recebe a contribuição do dízimo ou qualquer contribuição ESPONTANEAMENTE de 1% a 100% ? Nas Igrejas que representam o seu corpo aqui na terra.(Ef1:22-23) (Cl1:18)(Cl1:24)(Cl3:17) (1Cor10:31) Os opositores que não querem aceitar e praticar o dízimo saibam que a contribuição deve haver PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) Se a contribuição dos opositores do dízimo com a Igreja e com o seu próximo é assim como os cristãos primitivos contribuíam não devem se preocupar com o dízimo é somente a décima parte 10%. VEJA todo o vídeo e deixe o seu comentário Cristo tinha uma religião? Frequentava igreja? Devolvia os dízimos? deixe o seu comentário ! https://youtu.be/wsvP3wQWtpY VEJA também todo o vídeo deixe o seu comentário Dízimo da Ordem do Sacerdócio de Melquisedeque https://youtu.be/gCdthr4v9RA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem Levitas na Igreja? Esse é o assunto amigo e não tem nada a ver com o que você postou.

      Abraços.

      Excluir
    2. Sr. Reginaldo Barbosa O TÍTULO DA POSTAGEM É JUSTAMENTE ESSA: Existem Levitas na Igreja? Mas quando vc salienta e posta novamente o assunto dízimo que está na SUA POSTAGEM: "Por essa razão que não entregar o dízimo que servia para o sustento dos levitas e aos que deles dependiam, equivalia roubar ao SENHOR, pois este nunca foi dinheiro e sim mantimento" (Ml 3:8-10) ORA , O DÍZIMO DE TUDO NUNCA FOI SÓ MANTIMENTO ESTÁ NO NT NO VERBO PRESENTE(Hb7:2-4) (Hb7:8) (Hb7:6-7) (Hb7:4) O DÍZIMO DE TUDO INCLUI BENS , TESOURO E VALORES http://www.dicio.com.br/bens/ SE O DÍZIMO FOSSE 100% DOS LEVITAS DEUS NÃO RECLAMARIA A SUA PORÇÃO QUE NÃO ESTAVA SENDO ENTREGUE(Ml 3:8-10) (Ne10:38) Estamos precisando nas Igrejas de levitas encorajadores como José o levita de chipre(At4:36-37) Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.(Rm2:11) https://ouvirmusica.com.br/os-levitas/1973587/

      Excluir
    3. Você sabe o significado de HIPÉRBOLE? Seria bom que soubesse. Não sei se vaia adiantar, mas vou lhe explicar: Hipérbole foi uma figura de linguagem usada por Malaquias. É como você está com muita fome e exclamar: "Estou MORTO de fome", mas na verdade não está. Ou está muito cansado e afirmar; "Estou MORTO de cansado", mas não está.

      Em Malaquias é usado o verbo hebraico "GANAB" (גנב גָּנַב), que significa: FURTAR/ROUBAR. O mesmo verbo é usado em Jeremias 23 : 30 que diz: "Portanto, eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que FURTAM as minhas palavras, cada um ao seu próximo." (Jeremias 23 : 30).

      Poderia alguém furtar ou roubar as palavras de Deus literalmente? Qual o significado de furto aqui? É torcer, adulterar, mentir, falar aquilo que Deus não mandou falar. E, no contexto de Malaquias é aplicado a linguagem de ROUBO, pois os Dízimos e as ofertas que por lei deveriam ser dados aos levitas e aqueles que exerciam trabalhos no templo como: cantores e zeladores, além dos necessitados, foi desviado pelos sacerdotes para benefício particular. Quando Deus viu que os levitas, cantores, porteiros, zeladores, órfãos, viúvas e estrangeiros ficaram sem OS DÍZIMOS para sua subsistência, Ele se sentiu ROUBADO!

      Em provérbios diz: "Ao SENHOR empresta o que se compadece do pobre, ele lhe pagará o seu benefício." (Provérbios 19 : 17). Com o você pode emprestar alguma coisa pra Deus que é o dono de todas as coisas? Dando para os necessitados é claro. No Novo Testamento Jesus ilustra esta verdade quando diz: Quam faz um pequenino a mim O FAZ (Mateus 25 : 31 - 46).

      Então, Marcelo, quem começou a roubar a Deus era os sacerdotes (líderes do povo), e , se alguém toma os dízimos do povo sem ser levita, também está roubando a Deus, pois este não recebeu autorização para recebê-lo, ainda mais em dinheiro.

      Abraços.

      Excluir
    4. O SACERDÓCIO DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE ESTÁ EM VIGOR (Hb7:11) MELQUISEDEQUE NÃO ERA LEVITA E RECEBEU DÍZIMOS DE TUDO de Abraão(Hb7:6-7) (DE VERBO POSSUIR) (DO VERBO PRESENTE)(Hb7:8) Ora , se alguém toma os dízimos do povo sem ser levita MELQUISEDEQUE não era levita ele ESTAVA ROUBANDO A DEUS ? NÃO ! Jesus hoje também tem TODA AUTORIDADE de receber não só o dízimo como qualquer contribuição de 1% a 100% porque ele possui todo o poder e o SACERDÓCIO DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE(Mt 28:18) (Hb7:8) (Hb7:15-17) Ora , se alguém toma os dízimos do povo sem ser levita está roubando a Deus ? O SACERDÓCIO DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE ESTÁ EM VIGOR (Hb7:11) (Hb7:8) (Hb7:15-17) Jesus não é levita e RECEBE DÍZIMOS na Igreja que representa o seu corpo na terra. ele está ROUBANDO A DEUS ? NÃO ! Onde Jesus recebe a contribuição do dízimo ou qualquer contribuição ESPONTANEAMENTE de 1% a 100% ? Nas Igrejas que representam o seu corpo aqui na terra.(Ef1:22-23) (Cl1:18)(Cl1:24)(Cl3:17) (1Cor10:31) Os opositores que não querem aceitar e praticar o dízimo saibam que a contribuição deve haver PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) Se a contribuição dos opositores do dízimo com a Igreja e com o seu próximo é assim como os cristãos primitivos contribuíam não devem se preocupar com o dízimo é somente a décima parte 10%. VEJA todo o vídeo e deixe o seu comentário Cristo tinha uma religião? Frequentava igreja? Devolvia os dízimos? deixe o seu comentário ! https://youtu.be/wsvP3wQWtpY VEJA também todo o vídeo O Dízimo da Ordem do Sacerdócio de Melquisedeque https://youtu.be/gCdthr4v9RA

      Excluir
    5. Opa!

      Se o sacerdócio de Melquisedeque está em vigor, então, eu também mereço receber dízimos, pois, segundo essa ordem, eu sou sacerdote e rei, ao lado de meu Senhor Jesus que é sumo-sacerdote.

      "E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem; Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque" (Hebreus 5 : 9 , 10).

      "E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém." (Apocalipse 1 : 6).

      "E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra." (Apocalipse 5 : 10).

      E um conselho: Não distorça a Palavra de Deus, usando textos fora de seu contexto, misturando dízimos, com ofertas e contribuições voluntárias. Cada um na sua ordem, por favor.

      E, quanto aos links do vídeo que você tem insistentemente postado, eles pertencem ao Vanderley que é adventista e defensor da guarda do dia de sábado, conforme a lei exigia para os judeus. E aí, vai observar a guarda do sábado também, conforme ele defende ou vai ficar só com a parte que lhe interessa?

      Excluir
  6. Você ou Jesus possui o Sacerdócio da ordem de Melquisedeque ? Você é líder de alguma Igreja para receber e administrar todas as contribuições ? Se for saberá que os crentes não praticam o dízimo da ordem do Sacerdócio levítico. Cada igreja que recebe o Dízimo sabe muito bem onde é destinado. SERÁ EU QUE MISTURO CONTEXTOS ? rsrsrs SEI MUITO BEM DIFERENCIAR UM DO OUTRO E NÃO ERA SÓ LEVITAS QUE RECEBIAM DÍZIMO. MELQUISEDEQUE NÃO ERA LEVITA E RECEBEU DÍZIMOS DE TUDO DE ABRAÃO DO VERBO PRESENTE E VERBO DO POSSUIR(Hb7:2-4) (Hb7:8) (Hb7:6-7) (Hb7:4) Alguém sem ser levita está roubando a Deus ?(Hb7:6-7) EU É QUE MISTURO AS COISAS ? rsrsrs , enquanto vc e os opositores que não querem aceitar e praticar o dízimo saibam que a contribuição deve haver PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) Se a "SUA" contribuição e a dos dos "opositores do dízimo" com a Igreja e com o seu próximo é assim como os cristãos primitivos contribuíam não devem se preocupar com o dízimo é somente a décima parte 10% Você posta "coisas" e não consegue sustentar as SUAS AFIRMAÇÕES QUE: DÍZIMO É SÓ MANTIMENTO É SÓ PARA LEVITAS entra em SINUCA DE BICO e sou eu que MISTURO CONTEXTOS ? rsrsrs E quanto ao Vanderlei não vou ficar só com a parte que me interessa não , ao contrário independente dele ser adventista ou não , eu não sou hipócrita e concordo e discordo com vários vídeos dele esse é um dos que discordei https://youtu.be/hbtnypmkcr8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente, não vale a pena debater com quem não entende ou não quer entender. Melquisedeque era o que mesmo? Sacerdote e rei: "E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo." (Gênesis 14 : 18). Jesus foi feito SUMO SACERDOTE segundo a ordem de Melquisedeque por não pertencer a tribo de Leví."Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque." (Hebreus 5 : 10). Mas, quanto aos que pela fé creem em Jesus, são feitos também sacerdotes, e não somente sacerdotes, mas sacerdotes e reis, conforme era Melquisedeque.

      "E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém." (Apocalipse 1 : 6)

      "E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra." (Apocalipse 5 : 10).

      E, quanto ao dízimo que Melquisedeque recebeu, não diz respeito ao que foi estabelecido em lei para a tribo de Levi. O dizimo que Melquisedeque recebeu de Abrão que o deu uma única vez, foi VOLUNTÁRIO e não foi das riquezas que ele tinha, mas despojos de uma guerra. Nem Deus pediu para ele fazer isso. Porém, o dizimo em que as igrejas se baseiam é no dizimo levita, aquele que foi estabelecido em lei. só se baseiam, pois na prática obedecem a doutrina católico romana que inventou esse dízimo em dinheiro que não é bíblico. Quem paga esse tipo de dízimo na verdade obedece o sistema apóstata e será julgado por essa aberração.

      Você continua sim misturando os textos, e eu sustento aquilo que prego, pois o novo testamento não fala em dízimos e muito menos em ofertas, mas em contribuições com a finalidade de atender a necessidade do irmão carente. E, quem cobra essa contribuição em nome de dízimo mente e engana o incauto fiel que de boa vontade dá, pensando que é para a obra de Deus, quando na verdade é para bancar a boa vida desses "donos de impérios" apelidados de igreja. Se esses camaradas fossem depender do meu dízimo para sobreviver, teriam de largar a profissão de pastor e trabalhar para ganhar o pão como a bíblia ordena. Jesus fez assim e Paulo também.

      Graças a Deus o véu do engano se me caiu.

      Excluir
    2. Se entre vós SEMEAMOS BENS ESPIRITUAIS , será, porventura, demasiada exigência COLHERMOS DE VOSSOS BENS MATERIAIS ? (1 Cor 9:11) O Novo Testamento fala desse sustento dos ministros por meio de salários (2Cor 11:8) (1Cor9:7:10)(Tt1:8) Paulo DESPOJOU VÁRIAS IGREJAS NO PLURAL. JESUS E OS APÓSTOLOS também foram Honrados com BENS por mulheres: E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com SEUS BENS.(Lc 8:3) Judas tinha a bolsa (João 12.6) A contribuição deve haver PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) Se a "SUA" contribuição e a dos dos "opositores do dízimo" com a Igreja e com o seu próximo é assim como os cristãos primitivos contribuíam MUITO MAIS QUE O DÍZIMO não devem se preocupar com o dízimo é somente a décima parte 10%. Graças a Deus existem Pastores fiéis e as Igrejas que ele deixou aqui na terra. O irmão que é pobre deve ficar contente quando Deus faz com que melhore de vida;(Tg1:9)

      Excluir
    3. Não misture as coisas Marcelo. Os textos postados nada tem a ver com dízimo. Dízimo era 10% e era obrigatório. Oferta era o pagamento pelas culpas, pois Cristo ainda não tinha morrido para pagar nossos pecados. Mas a CONTRI BUIÇÃO ensinada no Novo Testamento é voluntária e com uma finalidade específica que não é engordar as contas bancárias dos donos de impérios apelidados de igreja.

      Excluir
  7. Reginaldo Barbosa VOCÊ DISSE: "Jesus fez assim e Paulo também." A BÍBLIA EO NT DIZ:Se entre vós SEMEAMOS BENS ESPIRITUAIS , será, porventura, demasiada exigência COLHERMOS DE VOSSOS BENS MATERIAIS ? (1 Cor 9:11) O Novo Testamento fala desse sustento dos ministros por meio de salários (2Cor 11:8) (1Cor9:7:10)(Tt1:8) Paulo DESPOJOU VÁRIAS IGREJAS NO PLURAL. JESUS E OS APÓSTOLOS também foram Honrados com BENS por mulheres: E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com SEUS BENS.(Lc 8:3) Judas tinha a bolsa (João 12.6) VOCÊ DISSE: "Se esses camaradas fossem depender do meu dízimo para sobreviver, teriam de largar a profissão de pastor e trabalhar." A BÍBLIA E O NT DIZ: A contribuição deve haver PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) Se a "SUA" contribuição e a dos dos "opositores do dízimo" com a Igreja e com o seu próximo é assim como os cristãos primitivos contribuíam MUITO MAIS QUE O DÍZIMO não devem se preocupar com o dízimo é somente a décima parte 10%. Graças a Deus existem Pastores fiéis e as Igrejas que ele deixou aqui na terra. O irmão que é pobre deve ficar contente quando Deus faz com que melhore de vida;(Tg1:9) EU CONTINUO COM A BÍBLIA EU DISSE: MELQUISEDEQUE NÃO ERA LEVITA E RECEBEU DÍZIMOS DE TUDO de Abraão(Hb7:6-7) (DO VERBO POSSUIR) (DO VERBO PRESENTE)(Hb7:8) REBELDES DESIGRIJADOS QUE NÃO RESPEITA PASTORES AGEM ASSIM MESMO COMO VOCÊ. Resposta Para os 'Sem Igreja' e 'Sem Pastor" http://youtu.be/PcvBXEPOvpM https://www.youtube.com/watch?v=PcvBXEPOvpM https://www.youtube.com/watch?v=svTyDMMwpa8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, entenda uma coisa: EU NÃO SOU CONTRA O SUSTENTO DO OBREIRO que tem verdadeira vocação para o ministério. Sou contra a forma como eles exigem esse sustento, não dando liberdade para a igreja avaliar o trabalho que fazem. Jesus disse e Paulo repetiu: DIGNO É O TRABALHADOR DE SEU SALÁRIO. Mas, o que seria um salário digno para o obreiro. Ora, se o obreiro está a serviço de Deus e da igreja, logo, seria a igreja, como coluna e apoio da verdade a única apta a comissionar o seu obreiro, de acordo com o trabalho que executam.

      Pergunto: Quantos na atualidade fariam o que Jesus e Paulo fizeram? Jesus não tinha nem onde reclinar a cabeça e visitava aldeias e cidades levando o evangelho. E, quanto a Paulo? Olha o que ele mesmo diz em relação aos obreiros que se intitulam tais:

      "São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes. Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo;26 Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez. Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas. Quem enfraquece, que eu também não enfraqueça? Quem se escandaliza, que eu me não abrase? Se convém gloriar-me, gloriar-me-ei no que diz respeito à minha fraqueza" (2Corintios 11 : 23 -30).

      Estariam os ditos obreiros que ganham fortunas dos fiéis suportarem por amor ao reino de Deus o que Jesus e Paulo passaram? Logo, é mais que justo que Jesus e Paulo recebesse os bens daqueles que viam o trabalho árduo que eles executavam. Hoje, os tais obreiros sequer querem sair de seus gabinetes com ar-condicionado, internete e os demais conforto. De lá, só mandam as ingênuas ovelhas saírem em busca de mais prosélitos, para aumentar seus ganhos e as pobres vão sem reclamar julgando estarem fazendo a vontade de Deus.

      Eu já fui um tolo desse tipo, mas hoje sou livre, pois fui comprado por bom preço.

      "Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens." (I Coríntios 7 : 23)

      Excluir
    2. Ora , VOCÊ disse: "Eu já fui um tolo desse tipo hoje sou livre" Você disse: que os que ensinam e praticam o dízimo são tolos e os pastores e obreiros que vivem no conforto e aumentam os seus ganhos pobres vão sem reclamar julgando estarem fazendo a vontade de Deus. SE PARA VOCÊ SÓ DEVE EXISTIR CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ME RESPONDA: ONDE DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER DESTINADO A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? QUANDO DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ?

      Excluir
    3. Com certeza a quem de forma responsável seja capaz de administrar esses bens,conforme os apóstolos faziam.Mas, como é muito difícil encontrar alguém quem faça isso hoje em dia, prefiro ajudar a igreja como corpo de Cristo que são as pessoas carentes em lugar da igreja instituição.

      A propósito, um desses pastores foi flagrado desviando a contribuição dos irmãos.

      http://entretenimento.band.uol.com.br/cqc/2015/video.asp?id=15409347&t=proteste-ja-pastor-pilantra-rouba-doacoes-para-casa-de-recuperacao

      Como ainda acreditar no sistema?

      Excluir
    4. ENTÃO A SUA CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA VAI PARA as pessoas carentes em lugar da igreja ? AGORA VAMOS AO PONTO CRUCIAL. ME RESPONDA: ONDE TODOS OS CRISTÃOS DEVEM ENTREGAR A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER DESTINADO A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? SUA RESPOSTA"as pessoas carentes !" QUANDO DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? VOCÊ RESPONDEU APENAS 1 DAS 4 PERGUNTAS AGUARDO AS OUTRAS 3 RESPOSTAS !

      Excluir
    5. Sinceramente, não contribuo mais com dinheiro para as organizações religiosas, pois sei que nunca será aplicado naquilo que dizem ser. Quando preciso, contribuía com ferro, cimento e outros materiais nas obras de construções de templos, mas os pastores pediram para os dirigentes não receberem mais minhas doações em material. Só se fosse em espécie! Espertos não?

      Respondido?

      Excluir
    6. VOCÊ RESPONDEU APENAS 1 DAS 4 PERGUNTAS A QUEM DEVE SER "DESTINADO" A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A SUA RESPOSTA "as pessoas carentes" A GUARDO AS OUTRAS 3 RESPOSTAS !

      Excluir
    7. Santa paciência!

      Será que não fui bastante claro, quando disse que NÃO MAIS CONTRIBUO COM DINHEIRO NAS ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS APELIDADAS DE IGREJAS?

      Mas, se queres a resposta, vou te dizer o que diz as Escrituras:

      2Cor: 9 : 7 - 12:
      7 Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.
      8 E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra;
      9 Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre.
      10 Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça;
      11 Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus.
      12 Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus.

      Entendeu o objetivo da contribuição e sua finalidade? Os pobres irmão! Paulo chega a usar uma passagem do Antigo Testamento que é o Salmo 112 para fortalecer a idéia desse principio de contribuição que deveria ser praticado nas igrejas que dizem servir a Deus, mas só servem ao próprio ventre.

      SALMO 112
      1 LOUVAI ao SENHOR. Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer.
      2 A sua semente será poderosa na terra; a geração dos retos será abençoada.
      3 Prosperidade e riquezas haverá na sua casa, e a sua justiça permanece para sempre.
      4 Aos justos nasce luz nas trevas; ele é piedoso, misericordioso e justo.
      5 O homem bom se compadece, e empresta; disporá as suas coisas com juízo;
      6 Porque nunca será abalado; o justo estará em memória eterna.
      7 Não temerá maus rumores; o seu coração está firme, confiando no SENHOR.
      8 O seu coração está bem confirmado, ele não temerá, até que veja o seu desejo sobre os seus inimigos.
      9 Ele espalhou, deu aos necessitados; a sua justiça permanece para sempre, e a sua força se exaltará em glória.
      10 O ímpio o verá, e se entristecerá; rangerá os dentes, e se consumirá; o desejo dos ímpios perecerá.

      Pelo motivo de as "igrejas" não fazerem assim com o dinheiro arrecadado, prefiro fazer eu mesmo, conforme a Palavra de Deus me orienta. Não delego a terceiros a responsabilidade que é minha, pessoal e intransferível.

      Quem tem ouvidos, ouça.


      Excluir
    8. ENTÃO A SUA CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA VAI PARA as pessoas carentes os pobres em lugar da igreja ? ISSO JÁ SEI ! AGORA VAMOS AO PONTO CRUCIAL??????????? ME RESPONDA: ONDE TODOS OS CRISTÃOS DEVEM ENTREGAR A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A QUEM DEVE SER DESTINADO A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? SUA RESPOSTA "as pessoas carentes , Os pobres " ISSO JÁ SEI ! QUANDO DEVE SER ENTREGUE A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? VOCÊ RESPONDEU APENAS 1 DAS 4 PERGUNTAS AGUARDO AS OUTRAS 3 RESPOSTAS ! A QUEM DEVE SER "DESTINADO" A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO ? A SUA RESPOSTA "as pessoas carentes" "os Pobres" ISSO JÁ SEI ! AGUARDO AS OUTRAS 3 RESPOSTAS ! FALTAM 3 RESPOSTAS ! FALTAM 3 RESPOSTAS ! FALTAM 3 RESPOSTAS !

      Excluir
    9. É preciso mesmo ter paciência, principalmente com quem vem aqui para aprender.

      Vamos partir do principio da voluntariedade. O que é algo voluntário? É aquilo que se faz ou realiza sem esperar alguma remuneração em troca. Também é algo que não é obrigatório. E, por não ser obrigatório, faz quem acha que deve fazer e se não fizer não será cobrado por isso.

      Em relação a pergunta: "ONDE TODOS OS CRISTÃOS DEVEM ENTREGAR A CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA EM DINHEIRO?"

      Resposta: ONDE ELES ACHAREM POR BEM ENTREGAREM E SE QUISEREM ENTREGAR. SE NÃO QUISEREM, NENHUM PECADO COMETERÃO.

      Pode ser em uma igreja onde exista transparência na administração dos recursos (eu não conheço), pode ser em um hospital, asilo, creche, centro de recuperação de vidas, enfim, onde o cristão achar que a SUA CONTRIBUIÇÃO VOLUNTÁRIA terá uma aplicação decente.

      Até mesmo no tempo da lei, quando foi para construir o tabernáculo, Deus pediu a Moisés que pedisse para o povo trazer uma oferta alçada, isto è: VOLUNTÁRIA de todo homem, cujo coração SE MOVESSE para aquilo.

      "Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada." (Êxodo 25 : 2). Se não quisessem trazer, não estariam pecando pois não era OBRIGATÓRIO e sim VOLUNTÁRIO.

      Vamos ver o que vai ser agora?

      Excluir
    10. VOCÊ DISSE: Que a contribuição em dinheiro Pode ser em uma igreja onde exista transparência na administração dos recursos (eu não conheço) Como fica TUDO SOBRE A CONTRIBUIÇÃO PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE QUE ERAM ENSINADO PELOS APÓSTOLOS E PRATICADO PELOS CRISTÃOS PRIMITIVOS ? (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) SE A CONTRIBUIÇÃO EM DINHEIRO NA ÉPOCA DOS CRISTÃOS PRIMITIVOS FOSSE SÓ VOLUNTÁRIA PORQUE Ananias e Safira precisariam mentir e reter parte do preço de sua propriedade ? (At5:1-6) Ora , esmolas e caridade até os crentes primitivos já faziam dentro ou fora da Igreja (At10:1-4) (Mt6:2-4).(1Jo3:17-18) (At11:29-30) As Igrejas na atualidade que ensinam e praticam o dízimo são praticados também o dever moral da caridade , e a contribuição voluntária em dinheiro $$$ por todos os crentes fiéis , ALÉM DO DÍZIMO. ENTÃO PELA SUA LINHA DE RACIOCÍNIO AS CONTRIBUIÇÃO EM DINHEIRO PRATICADO NAS IGREJAS ATUALMENTE PELOS CRISTÃOS DE HOJE SÃO ERRÔNEAS PORQUE NÃO EXISTE TRANSPARÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO DO $$$ QUE ENTRA NA IGREJA. ENTÃO OS CRISTÃOS DEVEM FAZER O SEGUINTE SEGUINDO A "SUA" LINHA DE RACIOCÍNIO "que nunca o dinheiro na Igreja será aplicado naquilo que dizem ser." AS CONTRIBUIÇÕES EM DINHEIRO DEVEM SER DESTINADAS SOMENTE "as pessoas carentes e os pobres um hospital, asilo, creche, centro de recuperação de vidas" E ONDE OS CRISTÃOS ACHAREM POR BEM ENTREGAREM E SE QUISEREM ENTREGAR SE NÃO QUISEREM, NENHUM PECADO COMETERÃO SEM COMPROMISSO COM NINGUÉM. ENTÃO NÃO PRECISAMOS + DE IGREJAS , NEM CONSTRUIR + IGREJAS , NEM + ENTREGAR O DÍZIMO EM DINHEIRO , E NEM PRECISAMOS + DE PASTORES E DESPENSEIROS DE DEUS ESTAMOS LIVRES QUE MARAVILHA !

      Excluir
    11. Menino inteligente.

      "SE A CONTRIBUIÇÃO EM DINHEIRO NA ÉPOCA DOS CRISTÃOS PRIMITIVOS FOSSE SÓ VOLUNTÁRIA PORQUE Ananias e Safira precisariam mentir e reter parte do preço de sua propriedade?"

      Não só mentiram, como Deus os matou por essa atitude. Nem Deus e nem os apóstolos pediram para Ananias se desfazerem de sua propriedade, mas foi uma espécie de voto que fizeram com Deus. Como não cumpriram, Deus revelou a Pedro o que fizeram, pois com Deus ninguém brinca. Mas leia direito o texto, pois que Ananias e Safira não mentiram aos homens, mas ao Espírito Santo. Cometeram um pecado de blasfêmia, por usarem o Nome do Senhor em vão, como muitos fazem atualmente pedindo dinheiro para a obra de Deus e aplicando em outras coisas que não foi naquilo para que pediram.

      Veja o que Pedro disse a Ananias, quando chegou com o dinheiro da venda de sua propriedade:

      "Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade? Guardando-a não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus" (Atos 5 : 3 , 4). Por isso que eu sempre aconselho a examinarem todo o texto, antes de se formar opinião com um texto isolado.

      "ENTÃO NÃO PRECISAMOS + DE IGREJAS , NEM CONSTRUIR + IGREJAS , NEM + ENTREGAR O DÍZIMO EM DINHEIRO , E NEM PRECISAMOS + DE PASTORES E DESPENSEIROS DE DEUS ESTAMOS LIVRES QUE MARAVILHA!"

      E, pela forma como fui tratado nas "igrejas institucionais" eu não preciso delas e nem de pastor mercenário, até porque Deus não habita mais em templos feito pelas mãos dos homens. Hoje tenho experiência que em qualquer lugar que nos reunirmos em Nome do Senhor, alí Ele se fará presente, como prometeu. Mas pra quem não tem fé suficiente para aceitar a Palavra de Deus, precisa pagar para ver as coisas acontecer. Então, se você precisa de templos, continue pagando por isso.

      Excluir
    12. Como fica TUDO SOBRE O ENSINAMENTO DA CONTRIBUIÇÃO COM PRONTIDÃO DE VONTADE , PROPORCIONALIDADE E GENEROSIDADE QUE ERAM ENSINADO PELOS APÓSTOLOS E PRATICADO PELOS CRISTÃOS PRIMITIVOS ? (2Cor8:2-7) (At4:36-37) (Lc 8:1-3) (2Cor 8:12) (2 Cor9:5) NÃO DEVEM SER MAIS ENSINADO E PRATICADO NAS IGREJAS PELOS PASTORES E CRISTÃOS ATUAIS DESSA FORMA ? Onde está escrito na bíblia que Ananias e Safira usaram o Nome do Senhor em vão fizeram uma espécie de voto que fizeram com Deus ?

      Excluir
    13. Reginaldo Barbosa , Como vc já confessou e assumiu que não congrega em Igreja e não contribui em dinheiro com Igreja e nem acredita nos Pastores que ensinam dízimo em dinheiro , e disse que "não precisa de Igrejas e nem de pastor mercenário, até porque Deus não habita mais em templos feito pelas mãos dos homens." entendi , continue praticando as suas esmolas aos pobres e com as contribuições em dinheiro com os necessitados(At10:1-4) (Mt6:2-4).(1Jo3:17-18) (At11:29-30) Ah ! NÃO ESQUEÇA DE PERGUNTAR ANTES NO LUGAR QUE VC FOR SE REUNIR com 2 OU 3 em nome do seu "deus" FOI FEITO POR MÃO DE QUEM ? rsrsrsrs DEPOIS QUE VOCÊ JÁ REVELOU , AGORA JÁ SEI O SEU VERDADEIRO CARÁTER !

      Excluir
    14. Onde está escrito na bíblia que Ananias e Safira usaram o Nome do Senhor em vão fizeram uma espécie de voto que fizeram com Deus ?

      Não está escrito em parte alguma, da mesma maneira que também não está escrito em nenhuma parte que dízimo alguma vez foi dado em dinheiro. Mas vocês interpretam assim e defendem essa tese não é mesmo?

      Ah, o meu DEUS é escrito com "D" maiúsculo, aquele mesmo que disse: "Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." (Mateus 18 : 20). Não importa o lugar, seja debaixo de uma árvore, seja numa casa, seja na parada do ônibus, seja na esquina, seja até mesmo num templo. O problema dos religiosos é que eles seguem a tradição de Roma, imposta por Constantino quando fundou o catolicismo, que introduziu o costume de construir templos e catedrais em homenagens aos deuses romanos. Dái esse costume se expandiu pelas igrejas, filhas da igreja mãe (Apoc. 17), que costumam dizer que tais templos são a casa de Deus.

      Não me pergunte onde está escrito isso, pesquise, pois isto é história.

      Excluir
    15. Reginaldo Barbosa , Como vc já confessou e assumiu que não congrega em Igreja e não contribui em dinheiro com Igreja e nem acredita nos Pastores que ensinam dízimo em dinheiro , e disse que "não precisa de Igrejas e nem de pastor mercenário, até porque Deus não habita mais em templos feito pelas mãos dos homens." entendi , continue praticando as suas esmolas aos pobres e com as contribuições em dinheiro com os necessitados(At10:1-4) (Mt6:2-4).(1Jo3:17-18) (At11:29-30) Ah ! NÃO ESQUEÇA DE PERGUNTAR ANTES NO LUGAR QUE VC FOR SE REUNIR com 2 OU 3 em nome do seu "deus" FOI FEITO POR MÃO DE QUEM ? rsrsrsrs DEPOIS QUE VOCÊ JÁ REVELOU , AGORA JÁ SEI O SEU VERDADEIRO CARÁTER !

      Excluir
    16. Ok. Obrigado pelo conselho. Irei perguntar sim. rsrsrrs.

      Abraços.

      Excluir
    17. Além do dízimo do dízimo o Sacerdote recebia dinheiro 2Rs12:16

      Excluir
    18. Exatamente Marcelo. Continue estudando as Escrituras e verás que o dinheiro que o sacerdote recebia não provinha de dízimos, mas de uma oferta obrigatória da qual o ofertante obtinha a cobertura parcial de seus pecados. Oferta essa que Jesus cumpriu na cruz assim como dízimo.

      Hoje não temos sacerdotes e nem precisamos dar esse tipo de oferta.

      Excluir
    19. Engano!!! hoje os ministros tem muito + direito 1Cor9:11-12

      Excluir
    20. Engano!!! dízimo não é cerimonial pra Jesus cumprir na cruz!!!

      Excluir